Conecte-se agora

Coronavírus causa briga política em Marechal Thaumaturgo

Publicado

em

Em Marechal Thaumaturgo, no alto Rio Juruá, um dos município mais isolados do Acre, o coronavírus causou uma briga política entre o prefeito Isaac Piyãko (PSD) e o vereador Atilon Pinheiro (PROS).

O vereador que viajou para o nordeste do Brasil diz que o prefeito foi à rádio local afirmar que ele representava um risco para a cidade e que poderia estar infectado por coronavírus. “Ele disse na rádio que eu colocava a vida das pessoas em risco e a notícia se espalhou. Eu não estou com coronavírus e ele quer me atingir politicamente”.

O prefeito Piyãko disse que não afirmou tal fato na rádio e ressalta que o vereador deve é ter vergonha. “Eu não falei isso. Não acusei ninguém de estar doente só porque viajou. Ele já está indo longe demais e terá que provar que eu disse isso. Esse vereador deveria ter vergonha e seguir a normas de proteção à saúde”.

Atilon viajou para evento evangélico, em Fortaleza, com um grupo de pessoas da cidade. Na volta, no dia 15, ficou na casa de uma deputada estadual, em Rio Branco, e voltou para o Juruá. Ele disse que em Cruzeiro do Sul, mesmo não apresentando sintomas, fez contato com a Coordenadora Regional de Saúde, Muana Araújo, e não fez o exame bem como ninguém do grupo. “Como ninguém apresentou sintoma ela só disse para a gente ficar atento e ao menor sinal de sintoma procurar o serviço de saúde”.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas