Conecte-se agora

Presidiário em condicional é executado com 6 tiros em frente de crianças, na Baixa da Colina

Publicado

em

O presidiário monitorado por tornozeleira, identificado como Carlos Henrique Oliveira, de 27 anos, noivo de uma pastora da Igreja Geração Eleita, do pastor Arnaldo Barros, foi executado a tiros na noite desta quarta-feira (18) em sua residência localizada na Estrada do São Francisco, no bairro Baixa da Colina, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Henrique estava no quarto, quando dois homens não identificados chegaram em uma motocicleta, desceram, entraram na residência, bateram na porta e perguntou se o Leandro morava no local. Uma criança abriu a porta e os criminosos foram até o quarto aonde a vítima estava e efetuaram seis tiros que atingiram o detento no peito e abdômen. Após a ação os criminosos fugiram do local.

Uma ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionado, mas quando os paramédicos chegaram ao local, o presidiário já se encontrava morto.

A área foi isolada pelos Policiais Militares para os trabalhos do perito em criminalística, em seguida colheram as características dos autores do crime e saíram em busca de prendê-los, mas a dupla não foi encontrada.

Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as investigações. A Polícia acredita que a motivação do crime é a guerra entre facções.

Segundo moradores, Carlos Henrique saiu do presídio Francisco d’Oliveira Conde no ano passado.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas