Conecte-se agora

Polícia Civil prende quinto acusado de atirar para o alto durante enterro de faccionado

Publicado

em

Investigadores da Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões da Polícia Civil do Acre – DCORE/PC prenderam na ultima semana o quinto acusado de realizar uma salva de tiros para o alto durante o enterro de Adriel da Silva, de 20 anos, morto durante um confronto com o Batalhão de Operações Especiais (Bope), no dia 10 de fevereiro.

O acusado, de 20 anos, foi preso no bairro Tancredo Neves, na parte alta da cidade. Considerado de alta periculosidade, o acusado é integrante de organização criminosa e foi uma das pessoas que efetuou vários disparos de arma de fogo para o alto durante sepultamento de Adriel. Levado para a sede da especializada para prestar esclarecimento a cerca do ocorrido e logo em seguida foi adotado os procedimentos de praxe de encaminhamento de sua prisão.

Ainda como parte da ação, os investigadores prenderam também um rapaz de 19 anos, acusado de realizar uma série de roubos a transportes coletivos na capital. Ele já vinha sendo investigado pela DCORE há alguns meses após os policiais o identificarem como o responsável pelos arrastões realizados em coletivos na capital.

Foi preso ainda um homem conhecido como “Calebe” de 26 anos, responsável por um roubo uma residência no bairro belo Jardim. Na situação, “Calebe” e seus comparsas entraram na residência e renderam toda família, onde foram mantidas sob a ameaça enquanto os criminosos roubavam objetos de valor, eletros eletrônicos e outros, incluindo uma arma de fogo.

De acordo com as investigações, passava da 18h do dia 08 de março de 2019, quando “Calebe” e seus comparsas invadiram o imóvel para realizar o roubo. As vitimas ficaram por cerca de 30 minutos em poder dos bandidos e sob tortura física e psicológica até que o bando roubasse tudo o que queriam. “Calebe” foi preso na Travessa Tiradentes, bairro Quinze.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas