Conecte-se agora

Internauta mostra centro de Cobija deserto diante de dólar alto e ameaça do coronavírus

Publicado

em

Já combalido há algum tempo pela alta do dólar, o comércio da capital do capital do departamento boliviano de Pando entrou em completo esvaziamento depois que os primeiros casos de covid-19, a doença causada pelo coronavírus foram registrados no país.

Fotos do internauta Léo Costa, morador de Epitaciolândia, postadas em sua página do Facebook, mostram as ruas de Cobija desertas na manhã deste domingo, 15, apesar de ainda não haver casos confirmados da doença na cidade, até este fim de semana.

Na Bolívia, segundo o jornal El Deber, de Santa Cruz de La Sierra, já foram confirmados, até este sábado, 15, 11 casos positivos de covid-19, com o teste positivo de uma mulher de 20 anos, residente na Espanha, que havia chegado a Santa Cruz em um voo proveniente de Madrid.

“Uma jovem de 20 anos, que mora na Catalunha (Espanha) e que – em um voo de Madri – chegou a Santa Cruz em 12 de março, é o novo caso confirmado de Coronavírus na Bolívia e com o qual o número de positivos neste país atinge 11”, disse o jornal.

Até o começo deste fim de semana, as aulas do ensino público em Cobija já haviam sido suspensas e a presidente do estado plurinacional boliviano, Jeanine Áñez, havia declarado estado de emergência no país e proibido eventos públicos com participação de mais de mil pessoas.

Já no lado brasileiro, moradores Epitaciolândia e Brasiléia relatam que há um movimento acima do normal de bolivianos, usando máscaras, principalmente nos supermercados das duas cidades, onde fazem compra de produtos alimentícios e de higiene pessoal em grande volume. Há relatos de que os estoques de álcool gel já começam a escassear nas duas cidades.

“Eles aparentam estar apavorados, usam máscaras tanto do lado de lá quanto de cá, e compram os produtos em grande quantidade. Já está difícil encontrar álcool gel aqui em Brasiléia e Epitaciolândia. Nos últimos três dias tem sido muito grande, bem acima do normal, a circulação deles aqui”, diz uma professora residente em Brasiléia, ouvida pelo ac24horas.

 

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas