Conecte-se agora

Em Xapuri, pré-candidato diz que provocações de adversário é sintoma de seu crescimento

Publicado

em

Um vídeo de whatsapp vazado de um grupo de vereadores de Xapuri é o mais novo capítulo da disputa que existe dentro do grupo de oposição no município pelo comando de uma possível chapa majoritária unificada do MDB, do DEM e do recém-chegado PSD para enfrentar a Frente Popular de Xapuri – liderada por PT e PSB – pela qual o atual prefeito, Ubiracy Vasconcelos, disputará a reeleição.

O advogado Carlos Venícius, que venceu a concorrência interna dentro do MDB pela pré-candidatura à prefeito pelo partido contra o vereador Gessi Capelão, que migrou para o PSD do senador Sérgio Petecão, diz que passou a ser alvo de provocações do adversário em razão de seu nome estar crescendo e se estabelecendo como o mais qualificado rival para a esquerda instalada no poder.

No vídeo, que não chegou a ser veiculado em rede aberta, o pré-candidato do PSD, Gessi Capelão, diz que está, no momento da gravação, no bairro Laranjal, e que ali não entra qualquer candidato. Na gravação, Capelão se refere aos “engravatados” que, segundo suas palavras, ao contrário dele não se misturam com a população a não ser em período de eleição.

“Não é qualquer um candidato que entra aqui dentro, não, aqui no Laranjal. Manda aí a galera dos engravatados vir aqui, para ver se vem. Vem nada, só vem em período de campanha. Capelão é 24 horas, em campanha ou fora de campanha. Agora, têm uns engravatadozinhos que querem ganhar, então tem que vir pra tora junto com o povo de Xapuri”, diz o pré-candidato no vídeo.

O pré-candidato do MDB, Carlos Venícius, afirma que a provocação de Gessi Capelão é sintoma do visível crescimento de sua futura candidatura à prefeitura de Xapuri. O advogado diz que tem percorrido o município e conversado com muita gente a respeito de seu projeto que, apesar de estar fundado em um partido tradicional, tem uma proposta inovadora para o município.

“E acredito que nossa chapa está ficando altamente competitiva. Estamos andando, entrando em contato, e conversando com as pessoas sim. E isso está começando a incomodar. Daí esses ataques baratos, com o uso do termo “engravatado” em razão de minha profissão e querendo criar um factoide de que não gostamos de estar junto das pessoas. Ele tem que entender que o povo é dono de seu voto e deve ter a liberdade de fazer a sua escolha”.

O vídeo de Gessi Capelão cria uma polêmica paralela ao se referir a um ex-prefeito que teria postado em redes sociais que ele (Capelão) iria acabar com a cidade caso fosse eleito. A referência é claramente direcionada ao ex-prefeito Wanderley Viana, filiado ao MDB e apoiador do nome de Carlos Venícius na disputa interna pela indicação do partido para a disputa da eleição.

“O cara vai lá e posta que nós vamos acabar com a cidade. Nós vamos é melhorar. Acabar é o cara noiado que ganhou uma eleição de prefeito lá atrás, lá no passado, e que vem querer criticar as pessoas que querem o melhor para o município de Xapuri”, diz o pré-candidato do PSD no encerramento da gravação.

Veja o vídeo:

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas