Conecte-se agora

Quatro meses após morte de cantor, família ainda não recebeu laudo cadavérico do IML

Publicado

em

Familiares do cantor sertanejo Ruan da Silva Lima, que foi encontrado carbonizado dentro de um carro em novembro do ano passado, em Rio Branco, estão indignados com a demora na entrega do laudo cadavérico por parte do Instituto Médico Legal (IML) da capital acreana. Quase quatro meses após a morte da vítima, a família ainda não sabe quando vai receber o documento, pois, segundo informado pelo órgão, falta um profissional para resolver o impasse.

Um irmão do cantor disse ao ac24horas que já procurou o IML e foi informado de que o órgão tem o equipamento, mas não tem uma pessoa para regular a máquina. “Até agora não nos dão resposta, nem nada e estamos esperando”, disse o familiar.

De acordo com a família, no próximo dia 20 de março vai fazer 90 dias que o cantor faleceu e até agora não saiu o atestado. “Nem o resultado do exame que minha mãe fez pra comprovar o parentesco saiu”, ressalta o irmão.

O Ministério Público Estadual já foi acionado pela família para averiguar a situação. O laudo cadavérico é um documento expedido pelo perito médico legista, referente ao procedimento médico que consiste em examinar um cadáver para determinar a causa e modo de morte e avaliar qualquer doença ou ferimento que possa estar presente.

Ruan morreu aos 33 anos e foi encontrado morto no banco traseiro de um carro modelo Volkswagen Gol, em frente à Chácara Modelo, na Estrada do Amapá. O veículo que foi incendiado foi reconhecido pela família da vítima.

Segundo investigações da polícia, Ruan foi visto foi por volta das 18h quando saiu da empresa onde trabalhava, no Segundo Distrito de Rio Branco e pouco tempo depois câmeras de monitoramento flagraram o veículo nas proximidades da Estrada do Amapá. Para a polícia, a vítima era uma pessoa trabalhadora e não tinha passagens criminais.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas