Conecte-se agora

5,4 mil vagas de cursos profissionalizantes serão destinadas a mulheres com baixa renda

Publicado

em

Capacitação é parceria entre Institutos Federais de Educação Profissional e o MEC

Mulheres em situação de vulnerabilidade social receberão cursos de formação profissional por meio dos Institutos Federais vinculados ao Ministério da Educação (MEC). Serão cerca de 5,4 mil vagas destinadas a quatro estados brasileiros de três regiões do país: Amapá e Rondônia (Norte), Maranhão (Nordeste) e Minas Gerais (Sudeste). A expectativa do MEC é expandir os cursos para outras regiões.

As capacitações serão dadas nos próprios instituto, se adaptando às necessidades educacionais e econômicas de cada região. A previsão de início dos cursos é ainda neste mês de março, finalizando até a primeira quinzena de maio. 

No Instituto Federal do Amapá (IFAP), serão 520 vagas para mulheres ribeirinhas, negras, quilombolas e indígenas. A instituição também planeja, a médio prazo, promover cursos de microempreendedora individual, operadora de resíduos sólidos, promotora de vendas e operadora de máquinas e resíduos agrícolas.

O Instituto Federal de Rondônia (IFRO) oferece 600 vagas para os cursos de cuidadora infantil, de idosos, padeira, esteticista facial, maquiadora e operadora de processamento de pescado. Já o Instituto Federal do Sul de Minas disponibiliza 1.800 vagas para cursos de copeira, costureira, cuidadora de idosos, depiladora, garçonete e informática. No Maranhão, o IFMA tem 2.490 vagas para cursos de auxiliar administrativo, operadora de pescado, balconista de farmácia, dentre outras opções.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil 

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas