Conecte-se agora

Protocolo do vice-presidente deve proibir uso de celular durante reunião com Gladson

Publicado

em

O cerimonial do Palácio Rio Branco não confirma, mas de acordo informações que a reportagem do ac24horas apurou, quem participar da reunião com o vice-presidente, general Hamilton Mourão, vai ter que deixar o celular com seguranças. No distrito de Paiaguás, em Mato Grosso, o vice-governador Otaviano Pivetta, foi barrado pelo rigoroso esquema de segurança após se negar a deixar o aparelho de celular para entrar na reunião.

A situação gerou mal-estar entre as pessoas que assistiram à cena porque Pivetta é uma das principais autoridades do Estado. Sem acordo, o vice-governador acabou não participando da reunião que debate a implementação das políticas públicas do governo federal para a Amazônia.

Desde ontem (10), tem chamado a atenção do protocolo imposto pela vice-presidência. Ele é tão rígido que proibiu a participação de jornalistas cinematográficos e fotógrafos para registrar a chegada de Mourão em Rio Branco. Somente o vice-governador Major Rocha, o governador Gladson Cameli e o secretário da Casa Civil, Ribamar Trindade, tiveram acesso privilegiado à pista principal do aeroporto.

Uma entrevista coletiva marcada para o aeroporto internacional Plácido de Castro, prevista para as 11 horas, será o momento em que jornalistas poderão ter acesso ao general e as informações sobre a agenda no Acre.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas