Conecte-se agora

Políciais Penais protestam na Aleac e pedem respeito do governo

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

Um grupo de policiais penais veio protestar na Assembleia Legislativa do Acre nesta quarta-feira, 11. Com a aprovação da PEC que os transformou de agentes a policiais o trabalho mais que dobrou. Eles exigem agora a contratação de novos profissionais em função do que eles chamam de sobrecarga de trabalho. Como agentes, por exemplo, eles tinham todo suporte da Policia Militar na guarda dos presídios, bem como a realização de plantões.

Segundo Beto Calixto, o sistema penitenciário está um verdadeiro caos. “Um policial penal é obrigado a cuidar de 200 presos o que é impossível”, disse. Por outro lado, o governo não está cumprindo com o pagamento das vantagens acordadas em lei. Em Cruzeiro do Sul, são 811 presos para poucos policiais. Ao todo no Acre são mais de cinco mil.

FOTO: SÉRGIO VALE

O presidente da Associação dos Policiais Penais, Éden Alves Azevedo, afirmou que o governo não cumpriu nada do que foi acordado no último encontro. “Não conseguindo falar bem com Gladson nem com o Rocha, queremos o pagamento dos prêmios e do soldão”, disse.

Os deputados de comprometeram a intermediar as negociações com o governo. Para os policiais penais, o governo é “enrolão” e sem pressão nada será resolvido.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas