Conecte-se agora

Deputados dão “comida de rabo” em Calegário por fazer piada

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE - AC24HORAS

As declarações do deputado Fagner Calegário (PL) na semana passada de que os parlamentares que faltaram a sessão da última quinta-feira, 5, devido a uma a deflagração operação Monturo, da Polícia Federal, que investiga fraude na Secretaria de Saúde, não passou em branco na sessão desta terça-feira, 10.

O deputado Roberto Duarte (MDB) usou o pequeno expediente na tribuna da Assembleia Legislativa para repudiar a falar de Calegário. “Quero externar a minha indignação com o colega. Nós temos que ter respeito um com os outros. Não pode um deputado fazer brincadeiras aqui. Principalmente afirmar que os colegas não viriam a essa casa por causa da operação da Polícia Federal”, criticou o emedebista, afirmando que faltou a última sessão por está doente. Duarte ainda apresentou atestado médico a Mesa Diretora.

FOTO: SÉRGIO VALE – AC24HORAS.COM

“Repúdio a fala do meu colega no momento que ele põe xeque, em suspeição qualquer deputado. Colocar a honestidade em duvida de qualquer parlamentar é inadmissível. Se tem prova de alguma denúncia, que seja colocado na tribuna e prove”, disse o emedebista.

FOTO: SÉRGIO VALE – AC24HORAS.COM

O discurso de Duarte foi endossado pelo deputado Neném Almeida (sem partido) que pediu para Calegário “tomar mais cuidado com as palavras”. Outro aue também que se somou ao repúdio foi o deputado Cadmiel Bonfim (PSDB) que classificou a fala do colega como “infeliz”. “Foi uma brincadeira de mal gosto. Aqui é um local sério. Somos representantes do povo . Se os deputados não estavam presentes devido ao trabalho parlamentar, deveria está em suas bases, trabalhando. Os trabalhos não se restringem apenas aqui no plenário, mas também no interior”, argumentou.

Calegário registrou presença até o momento na sessão desta terça-feira.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas