Conecte-se agora

Ariosto detona conselho político de Gladson: “parece poço de Sucuris com Jacarés-Açú”

Publicado

em

O ex-deputado Ariosto Migueis no auge de seus 84 anos usou a sua página no Facebook para analisar o conselho político do governador Gladson Cameli recém-nomeado na tarde desta terça-feira, 10. Parlamentar na época do regime militar e com histórico de militância no MDB, o advogado classificou Osmir Lima, ex-deputado federal, Elson Santiago, ex-presidente da ALEAC, Nelson Sales (ex-deputado estadual), seu irmão Normando Sales, Jairo Carvalho (ex-deputado estadual), Marieldo Alves, ex-vereador no Bujari, e Paulo Ximenes não como um “balaio de gatos” com deu a entender uma reportagem do ac24horas no último final de semana, mas sim um “poço de Sucuris com Jacarés-Açú, cada qual querendo engolir uns aos outros”.

“Estás fazendo o que aí, Osmir Lima? Antes de me afastar da política de frente, quando éramos do PMDB. Fizemos em parceria algumas reuniões de articulação política, você sempre jogou de frente, colocando as cartas na mesa, até porque em articulação não pode ter blefe, você sabe bem ser essa uma das regras para uma articulação dar certo”, disse o advogado reprovando inclusive a quantidade de “articuladores” nomeados.

” Parece até que vão aconselhar duas potências atômicas a não entrar em guerra. Isso não vai dar certo, uns falam alemão, outros, chinês, alguns tentam falar esperanto, tem deles que não fala nada, fica só esperando, apareceu um cargo ele abocanha”, ironizou.

Ariosto enfatizou ainda que um conselho político tem de ter no máximos quatro pessoas. “Um deles presidente, com voto de minerva, e atrelados diretamente ao governador. Aí acredito que pode dar certo”, aconselhou.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas