Conecte-se agora

Marilete será investigada por suposta prática de nepotismo e direcionamento de licitação

Publicado

em

A promotora Manuela Canuto de Santana Farhat, do Ministério Público do Acre (MPAC), abriu uma investigação contra a atual prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino (PSD), após uma denúncia oriunda da Ouvidoria-Geral do MP. O Inquérito Civil foi publicado na manhã desta sexta-feira (06), no Diário Oficial do MPAC.

A gestora de Tarauacá será investigada por suposta prática de improbidade administrativa por direcionamento de licitação (Pregão Presencial n. 33/2017), nepotismo e contratação de pessoa inidônea, praticados ao longo de 2 anos e 4 meses de administração municipal.

O Inquérito Civil foi publicado na manhã desta sexta-feira (06), no Diário Oficial do MPAC.

O órgão expediu ofício ao Município de Tarauacá para que, no prazo fixado de 10 dias, seja enviada ao MP a documentação necessária à análise do Pregão Presencial n. 33/2017, qual seja, edital, documentos de habilitação das empresas que sagraram-se vencedoras, ata da sessão pública, ateste dos fiscais/fiscal dos contratos quanto à execução do objeto contratado.

Por fim, o MP relatou que será tomadas todas as medidas necessárias para promover a coleta de elementos de informação, realizando-se todas as diligências indispensáveis à instrução deste procedimento investigatório civil.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas