Conecte-se agora

Madeira é responsável por quase metade das exportações do Acre

Publicado

em

É da floresta que sai mais da metade de tudo que é exportado pelo Acre para outros países. É o que diz o Ministério da Economia em dados publicados na última terça-feira, 3.

Segundo os dados, o Acre exportou no mês de fevereiro US$ 3,3 milhões de dólares. Desse total, 60,2% vem da floresta. A maior parte é madeira, que corresponde a 42,7%. O restante vem da exportação de castanha do Brasil, seja fresca ou seca, com ou sem casca.

Na sequência, aparecem os produtos de origem animal, derivado de bovinos e suínos. Se você pensou em carne, está enganado. O carro chefe são as peles e couros que somam valores exportados na ordem de US$ 397 mil dólares, e representa 12,1% do que é exportado pelo Acre. Só aí surgem as carnes e miudezas e demais comestíveis com 11,4% das exportações.

As exportações acreanas caíram 11% em relação a janeiro. Já se a comparação for feita com fevereiro do ano passado a queda é de 3%.

Os quatro países que mais compraram do Acre em fevereiro foram Hong Kong com US$ 548 mil dólares, o que representa 16,8%, seguido de perto pela China com 16,3%, Estados Unidos com 13,3% e por últimos os nossos vizinhos peruanos que foram responsáveis por 12,4% das nossas exportações.

O total de exportações acreanas em 2020, contabilizando janeiro e fevereiro, já chega a US$ 6,9 milhões de dólares.

Já quando se fala em importação, o saldo da balança comercial é positivo em US$ 3,1 milhões de dólares.

É que em fevereiro, o Acre importou apenas RS$ 129 mil dólares. Número 41% menor em relação a fevereiro e 31% a menos do que o mesmo período do ano passado.

O Acre importa principalmente pneumáticos novos de borracha, plástico e sulfetos de sódio. Os principais países de onde o Acre compra esses produtos é da China, Vietnã, Bélgica e Bolívia.

Os dados foram trabalhados pela equipe técnica do Observatório do Fórum Permanente de Desenvolvimento do Acre.

COMERCIO EXTERIOR - MARÇO 2020
Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas