Conecte-se agora

Polícia prende criminosos que atiraram em enterro de faccionado morto pelo BOPE

Publicado

em

Um trabalho de investigação da Polícia Civil resultou na prisão de quatro pessoas ligadas a uma organização criminosa. Os membros da facção foram presos na manhã desta quarta-feira (4) na parte alta de Rio Branco.

De acordo com a polícia, os faccionários são acusados de, no último dia 12 de fevereiro, durante o sepultamento de Adriel da Silva, de 20 anos, morto durante um confronto ocorrido entre militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) em fevereiro, realizarem vários disparos de arma de fogo para o alto e proferir ameaças contra membros das forças de seguranças do Estado, além de exaltar a organização a qual fazem parte.

As cenas foram registradas em um vídeo de cerca de 30 segundos gravado durante o sepultamento de Adriel da Silva, no cemitério Jardim da Saudade, e mostra os acusados de posse de armas de fogo realizando disparos para o alto e ameaçando policiais.

Cerca de 40 policiais se reuniram nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, para dar cumprimento aos mandados de prisão e de busca e apreensão.

Além dos quatro acusados presos, outras duas pessoas foram conduzidas para prestarem depoimento ao delegado responsável pelo caso. Seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos onde foram encontrados provas da prática criminosa de integrar organização criminosa. Outras prisões podem acontecer no decorrer do dia.

Com informações da Ascom

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas