Conecte-se agora

Licenciatura no Brasil: exigências e busca por aperfeiçoamento elevam procura por cursos

Publicado

em

O Brasil tem 1,4 milhão de professores licenciados na educação fundamental

Cerca de 2,4% dos jovens de 15 anos têm interesse em seguir a área acadêmica, enquanto que na, década passada, o percentual era de 7,5%, segundo dados do relatório “Políticas Eficientes para Professores”. Entre os motivos que afastam o interesse estão a desvalorização da carreira pedagógica e o baixo salário. Apesar desse dado, os professores já atuantes estão, cada vez mais, buscando qualificações na área.

Exemplo é a exigência da Licenciatura para vagas de professores em concursos públicos. Somado a esse fator, a necessidade da formação de professores com didática e práticas de ensino contribuiu para que fosse registrado um aumento no número de professores com Licenciatura no país.

Por mais que as condições de trabalho do professor, atualmente, sejam um limitador para novos profissionais, o Brasil tem 1,4 milhão de professores lecionando nas salas de aula do ensino fundamental, segundo o Censo Escolar da Educação Básica 2019, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Um percentual que vem crescendo nesse cenário é o de professores do primeiro ao nono ano da Educação Básica que possuem ensino superior completo com Licenciatura. 

Uma hipótese para o aumento do número de professores licenciados está relacionada à exigência da Licenciatura por parte do governo e, consequentemente, das escolas. 

A vontade de lecionar e a vocação para desenvolver a atividade levam muitas pessoas a buscarem a Licenciatura para aprender as práticas de ensino. A Licenciada em Letras Vernáculas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Maiane Leite, entrou no curso inspirada em dois professores e se encontrou na profissão algum tempo depois. “Eu nunca pensei em ser professora, mas quando entrei no curso gostei muito. A gente começa a ver que Letras não é só estar em sala. Eu aprendi muito com a Licenciatura, coisa que o bacharelado não permite. Quem faz bacharelado não pode ser professor, então quem quer lecionar o caminho é ir para a Licenciatura”, pontua a profissional.

A Licenciatura, diferentemente do bacharelado, habilita o profissional a atuar como professor na Educação Infantil, nos ensinos Fundamental e Médio. São cursos superiores de graduação que formam profissionais Licenciados em Química, Física, Letras, Matemática, Geografia, Ciências Biológicas e Pedagogia, por exemplo.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas