Conecte-se agora

Gladson convoca secretários para tratar de exonerações pré-eleições

Publicado

em

FOTO: MARCOS VICENTTI

A aproximação do período que dá início aos trabalhos políticos internos voltados às eleições municipais 2020 tem sido pauta dos últimos dias nas mesas de reuniões do governador Gladson Cameli (Progressistas). O prazo para que seus servidores comissionados – interessados na candidatura a prefeito ou vereador – deixassem o governo encerrou nessa sexta-feira (28). Mas isso não foi suficiente. O governo marcou para a próxima terça-feira, dia 3, uma reunião com todos os secretários e conselho político do partido.

A ideia é falar sobre as exonerações dos comissionados que antecedem as próximas eleições. O ac24horas já adiantou que o governador tem problemas internos dentro do próprio partido para resolver em seu partido, o Progressista. O secretário extraordinário, Thiago Caetano e o coordenador do Idaf, Luziel Carvalho, postulantes a pré-candidatura de prefeito, seriam exemplos de servidores a pedir exoneração do cargo, muito embora o partido ainda não tenha resolvido quem será o pré-candidato.

Todas as secretarias e órgãos públicos do estado foram comunicadas com um documento enviado pelo Palácio informando sobre a medida. O pedido de exoneração era para ser feito por meio da apresentação de carta ao chefe imediato. “A medida foi tomada para que a gestão estadual não venha a ser prejudicada, precisamos garantir a eficiência dos serviços públicos e transparência na gestão, bem como o Estado Democrático de Direito, sem prejuízos à sociedade”, disse Cameli à Agência de Notícias do governo.

Segundo o governador, a decisão busca vetar situações que possam prejudicar o interesse ou serviço público e até mesmo o próprio processo eleitoral, além de garantir a probidade administrativa do Estado.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas