Conecte-se agora

Nora de Bestene terá de se explicar ao TCE por indícios de suposto superfaturamento em compra de R$ 500 mil

Publicado

em

O Diretor de Auditoria Financeira e Orçamentária do Tribunal de Contas do Estado (TCE/AC), Jeú Campelo Bessa, emitiu nesta sexta-feira, 28, uma intimação endereçada a presidente da Ageac, Mayara Cristine Bandeira de Lima, nora do deputado estadual José Bestene.

Mayara terá prazo de cinco dias para esclarecer um indício de sobrepreço, sob pena de incidência pessoal em multa diária no valor de R$ 500,00. A intimação trata de apurar a legalidade acerca da ata de registro de preços e o extrato de contrato entre a Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Estado do Acre (AGEAC) e a empresa C. Com Informatica Importação e Exportação Comércio e Indústria LTDA.

O valor global do contrato, que tem vigência até o fim de 2020, é de mais de R$ 546 mil reais e tem por objetivo a locação de Equipamentos de Informática, Eletroeletrônicos e Mobiliários, para atender as necessidades da AGEAC, na execução das atividades técnicas e administrativas.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas