Conecte-se agora

Cotado para assumir o Iapen já foi diretor de presídio no Quinari

Publicado

em

Parece que o governador Gladson Cameli (Progressistas) vai conseguir juntar, como se diz o ditado, a fome com a vontade de comer. Pressionado para tirar Lucas Gomes da direção do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) após a guerra jurídica com a então juíza da Vara de Execuções Penais, Luana Campos e a fuga de detentos da penitenciária Francisco d’Oliveira Conde, Cameli precisava de um nome que conhecesse a estrutura do Iapen e fosse também policial penal, já que essa é uma exigência legal para assumir o cargo.

Ao que parece, o governador conseguiu achar o substituto. O cotado para assumir a direção do órgão é o policial penal Arlenilson Cunha. Aos 34 anos, faz parte dos quadros do Iapen desde 2008. Formado em pedagogia, é concludente do curso de direito.

Dentro do instituto exerceu várias funções de chefia e coordenação, além de ter sido diretor da Penitenciária de Senador Guiomard durante três anos. Em 2018, foi candidato à deputado estadual pelo PDT, onde teve 2.252 votos, mas não conseguiu se eleger.

Arlenilson confirma que foi sondado pela cúpula da Segurança Pública do Acre. “Nós tivemos conversas. Acho que meu nome foi lembrado porque percorri todos os cargos dentro do Iapen e pelo trabalho que fiz à frente da penitenciária do Quinari”, diz.

Afirma ainda que se for convidado oficialmente, topa assumir o desafio. “Quem vai decidir é o governador. Como eu falei, tive algumas conversas com a secretaria de segurança, mas quem convida é o governador. Se for convidado, aceito com muita honra”, explica Arlenilson.

Mesmo tendo sido candidato pelo PDT, Arlenilson afirma que sua escolha, caso seja confirmada pelo governador, não é política. “Não há nenhuma relação com o partido. Pelo que ouvi, a intenção do governador é despolitizar o Iapen”.

Policial Penal de carreira, desde 2008 (primeira turma), graduado em Pedagogia, concluindo curso de Direto, Arlenilson já concorreu às eleições em 2018 por incentivo de colegas, e teve simpatia com as unas obtendo 2.252 votos.

Lucas Gomes, que tem a gestão marcada pelo corte de regalias aos detentos, não vai ficar fora da gestão. Deve ser convidado para assumir outro cargo pelo governador Gladson Cameli.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas