Conecte-se agora

Cine Recreio se torna opção para quem gosta de filmes fora do ‘circuito Hollywood’

Publicado

em

Com apenas um cinema em Rio Branco, este focado nas produções comerciais de Hollywood, quem tem apreço por filmes europeus e asiáticos que fogem do grande circuito sentia falta dessas produções em tela grande. Felizmente, essa realidade tem mudado com o trabalho realizado pelo Cine Teatro Recreio, que tem proporcionado aos cinéfilos produções consagradas em outros países. Assim foi, por exemplo, com o filme sul coreano “Parasita”, que acabou sendo o primeiro filme não falado em inglês a ganhar o Oscar.

A partir desta quinta-feira, o Cine Teatro Recreio, localizado no calçadão da Gameleira, pertencente à Fundação de Cultura Elias Mansour, do Governo do Acre, começa a preparar a oferta de novos filmes.

Até o ano passado, o cine articulava com aproximadamente oito distribuidoras de cinema, que alimentavam o catalogo semanal de estreias no Cine Recreio e conectavam a capital acreana ao circuito nacional e internacional de lançamentos cinematográficos.

Mas este ano essa oferta vai se diversificar ainda mais, com mais quatro novas distribuidoras que começam a operar no estado graças ao projeto Cine Teatro Recreio AC. Elas são: Pandora Filmes, representante de filmes como Parasita, recente ganhadora do maior reconhecimento do Oscar, além de Pagu Pictures, California Filmes e Arteplex Filmes. Isto significa que, além da oferta de cinema brasileiro e latino que já se tem, se soma os lançamentos de obras europeias, asiáticas e filmes norte-americanos independentes.

Só entre a última semana de fevereiro e a primeira semana de abril, o Cine Recreio contará com a presença de filmes premiados nos principais eventos cinematográficos do mundo, com a direção de importantes diretores vindos da França, Itália, Alemanha, Eslovena, Sérvia, Croácia, Estados Unidos, além do Brasil.

“Dependendo da resposta do público, esta porta que hoje está aberta e que garante a diversidade cinematográfica em Rio Branco, com cinema de qualidade, ainda pode melhorar”, disse o curador e responsável do projeto Marcelo Cordeiro. “Uma oportunidade única para sair da bolha imposta pela indústria, além de abordar um cinema que é prestigiado nos circuitos mais seletos ao redor do mundo, ampliando horizontes, gostos e preferências a partir de filmes provocadores, iconoclastas, irreverentes, críticos e entretidos entre outros aspectos”, adicionou.

Nesta quinta, estreiam dois filmes: De quem é o sutiã? – que trata da última viagem de Nurlan, que não sai como o esperado. Antes de se aposentar, o solitário maquinista faz mais uma vez o percurso até Baku (Azerbaijão). Mas ele embarca em uma aventura inusitada quando encontra um sutiã azul e parte em busca da dona pelas ruas da cidade. As sessões acontecem às 18 horas.

O outro filme é o italiano Martin Eden – Martin Eden (Luca Marinelli) é um jovem escritor de baixa renda que entra em conflito com a burguesia. Encarando um novo mundo, ele se apaixona e descobre como escritores são vistos em uma sociedade aristocrática. Se sentindo deslocado de tudo que faz parte de sua essência, o rapaz percebe que não há como voltar para o que costumava ser. Enquanto tenta publicar alguma obra de grande sucesso, Martin se questiona sobre o mercado literário, a sociedade e sua própria natureza como criador. As sessões acontecem às 19h30. Os ingressos custam R$ 8 e R$ 16.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas