Conecte-se agora

Pai denuncia maternidade de Cruzeiro do Sul por negligência após morte do filho

Publicado

em

O autônomo Lázaro da Silva Bezerra procurou a Delegacia de Polícia de Cruzeiro do Sul nessa segunda-feira, 24, para denunciar a morte do filho, ocorrida na Maternidade no município na última sexta-feira, 21. Segundo ele, houve demora na realização do parto e a criança já estava sem vida quando foi realizada a cesariana em sua esposa.

Lucimeire da Silva Bezerra conta que fez todo o pré-natal e que no sábado, dia 15, quando realizou uma ultrassonografia na Maternidade, já estava perdendo líquido e sangue, mesmo assim o médico teria a mandado de volta para casa.

Na última quarta feira, em uma Unidade Básica de Saúde, foi confirmada a dilatação e na sexta Lucimeire foi para a Maternidade. Segundo ela, depois de mais de três horas, vendo que não haveria parto normal, as enfermeiras acionaram o médico, mas já era tarde. O filho do casal nasceu morto. “E ainda por cima me colocaram na sala onde todas as mães estavam felizes com seus filhos no colo. Foi triste para mim”, conta ela.

Na Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul, o pai da criança foi orientado a procurar a Delegacia da Mulher e da Criança na próxima quinta feira, 27, quando o expediente será normalizado. “Eu deveria estar com meu filho no colo agora e não estou por negligência na Maternidade de Cruzeiro do Sul. E são muitos casos por causa da má vontade no atendimento”, diz ele.

Na Maternidade de Cruzeiro do Sul, a informação é que um Procedimento Administrativo deve apurar as causas da morte da criança.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas