Conecte-se agora

Justiça nega habeas corpus a envolvidos na Operação Presságio

Publicado

em

O Tribunal de Justiça do Acre negou nessa quinta-feira, 20, as liminares dos três pedidos de habeas corpus impetrados pelos advogados de Idelcleide Cordeiro, do ex-secretário de comunicação de Cruzeiro do Sul, Paulo Sá e do coordenador da ONG CBCN, Jocélio Araújo.

O principal argumento dos advogados é a incompetência da justiça estadual para julgar o suposto desvio de verbas federais do Fundeb, SUS e INSS. As defesas querem a nulidade de tudo o que foi feito até agora e a soltura dos acusados.

Na decisão, o desembargador Pedro Ranzi afirma que não foram apresentadas provas para sustentar as alegações das defesas e que o juízo primário decidiu pela não soltura.

Sete pessoas estão pressas desde o dia 14 acusadas de desvio de recursos federais por meio da ONG CBCN em Cruzeiro do Sul.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas