Conecte-se agora

Clima seco e dias quentes elevou em 1,1% consumo de energia elétrica no Acre em janeiro

Publicado

em

As mudanças climáticas impactaram os resultados da Energisa em janeiro. Segundo o boletim mensal de operações, divulgado pela companhia nesta sexta-feira (21), somando-se os mercados cativo e livre, seus clientes consumiram 0,8% menos energia em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2019.

No total, as 11 distribuidoras de energia que compõem a Energisa forneceram 3.021,9 gigawatts/hora (GWh). O que mais chama a atenção, porém, é a forte oscilação do consumo, para mais ou para menos, dependendo das temperaturas registradas no mês passado.

“O fenômeno também ocorreu no Acre, onde a Energisa distribuiu 1,1% mais energia em janeiro, com a demanda comercial crescendo 2,1%, e a residencial, 2,4%. Ali, a Energisa também apontou a ´combinação climática de temperaturas elevadas e menor volume de chuvas´”, informa o Money Times.

Choveu em janeiro menos de 40% do esperado para o mês, que é, segundo o portal O Tempo Aqui, o mês que mais chove em Rio Branco, por exemplo.

Especialmente a região ao entorno de Rio Branco sofreu com a estiagem fora de época em janeiro. De acordo com o Índice Integrado de Secas (IIS) para o mês de janeiro em

grande parte do país foram observadas condições de seca variando de fraca à extrema. No Acre, o Centro de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden) detectou “seca fraca” em diferentes regiões naquele mês.

(Com MT)

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas