Conecte-se agora

Brasil Mais vai atender 200 mil micros, pequenos e médios empreendimentos

Publicado

em

O programa também vai atender o comércio de serviços de todo o território nacional até 2022.

O programa Brasil Mais. Coordenado pelo Ministério da Economia, o Brasil Mais, que será gerido pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), vai atender 200 mil micros, pequenos e médios empreendimentos da indústria, do comércio e de serviços de todo o território nacional, até 2022.

O decreto que criou o programa foi assinado na terça-feira (18/02) pelo presidente Jair Bolsonaro. A execução caberá ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e ao Serviço Brasileiro de Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Na produção de uma furadeira ou até mesmo de equipamentos eletrônicos mais sofisticados, a intenção do programa é ajudar a reduzir os custos.

O Brasil Mais tem o objetivo de aumentar a eficiência das empresas e ampliar a produtividade e a competitividade do setor produtivo brasileiro em uma jornada de transformação digital. O programa também vai atender o comércio e de serviços de todo o território nacional até 2022.

Aumento no PIB na próxima década

A intenção do Governo Federal é aumentar a participação dos pequenos negócios no PIB, de 27% para 40% na próxima década. O SENAI contribuirá para a melhoria de processos produtivos dos clientes de indústrias. A instituição atenderá estabelecimentos que variam de 11 a 499 funcionários. Nesta faixa estão a maioria das empresas do setor de autopeças e de produção de outras ferramentas usadas pelas montadoras.

O Sebrae atenderá micros e pequenas empresas, prioritariamente, de comércio e serviços. O órgão vai oferecer orientação técnica e consultorias individuais, para que os clientes aperfeiçoem habilidades e práticas gerenciais.

As micros e pequenas empresas que optarem por esse eixo deverão ter receita bruta de até R$ 4,8 milhões. O setor de auto peças e de produção de outras ferramentas.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas