Conecte-se agora

“Não temos candidato a prefeito de Rio Branco”, diz Petecão 

Publicado

em

O senador Sérgio Petecão (PSD) negou ontem ao BLOG DO CRICA ter fechado compromisso de indicar a esposa Marfisa Galvão (PSD) como candidata a vice-prefeita numa chapa liderada pelo deputado José Bestene (PROGRESSISTAS), para disputar a PMRB. Não conversei, não dei esperança, e nenhum dos nomes que estão surgindo como postulantes à PMRB pode falar que terá o meu apoio, enfatizou. Também nega de que tenha conversado a este respeito com o governador Gladson Cameli. Petecão diz que vai empurrar a posição oficial do PSD sobre a eleição municipal para pouco antes das convenções municipais, em junho. “Não tenho nenhuma pressa em declarar uma aliança para a eleição municipal, não posso errar, porque tenho projeção para a eleição de 2022, por isso terei muita cautela antes de me pronunciar sobre isso. Quem falar que tem o meu apoio não estará falando a verdade”, advertiu Petecão.

QUER SER CANDIDATO

Muito embora tire o corpo de fora quando o assunto é candidatura a prefeito de Rio Branco é uma cortina de fumaça, o deputado José Bestene (PROGRESSISTAS) trabalha sim para ser candidato à PMRB com a benção do Palácio de Rio Branco. Acha que congregaria aliados.

DOBRADINHA FORTE

Num ponto o deputado José Bestene (PROGRESSISTAS) está certo em sonhar com uma aliança com o senador Petecão (PSD). Uma dobradinha que tenha no mesmo palanque o Petecão, o mais votado da última eleição, com votos e prestígio na capital, seria forte politicamente.

NÃO SERIA POSITIVO

Com o José Bestene, com o Luziel Carvalho, com o Thiago Caetano, ou outro nome descolado da política, o certo é que soaria mal o governador Gladson Cameli não conseguir viabilizar um nome do seu partido para disputar a PMRB. Passaria a imagem de descontrole político.

PARA ENCHER EGO

Fala-se na publicação de uma pesquisa para prefeito de Rio Branco na terça-feira. Não discuto a seriedade. Mas, uma pesquisa em que não se sabe qual será a posição do Gladson; se o PT estará unido com a prefeita Socorro Neri ou não, na base de ilações de nomes, não dirá nada.

NOMES NO TABULEIRO

A primeira pesquisa que pode ser considerada como parâmetro para fazer uma avaliação sobre a eleição para prefeito da capital, só quando se souber como ficará o tabuleiro com as candidaturas. Assim, quem aparecer bem não comemore; quem aparecer mal, não se desespere, porque não se sabe nem quem serão os candidatos para valer nesta disputa.

O CASO DA SOCORRO NERI

No caso da prefeita Socorro Neri só vai se saber da sua real viabilidade para ganhar um novo mandato, após o fim do verão. Tem mais recursos do que teve no ano passado para investir e isso pode ajudar sua imagem, com um grande volume de ações nos bairros. É um dado real

 POLÍTICA É PRAGMATISMO

Uma eleição majoritária deve ser vista pelo lado pragmático, sem emoção na análise. É impossível você ter dados reais para balizar um comentário sobre quem tem maior ou menor chance de chegar à PMRB, se você não conhece como é que estarão as alianças majoritárias.

VIROU PAUTA NEGATIVA

Conversei com a maioria dos candidatos a prefeito da capital, e todos com os quais conversei falam de duas pautas negativas, que vão usar de bandeira para combater na campanha: a zona azul e a ânsia de multar dos guardas de trânsito do RBTRANS. São unanimidades para baterem.

NÃO É BOM PARA NENHUM

O deputado Daniel Zen (PT) é uma das figuras mais lúcidas da nova safra de políticos acreanos, está acima da média. Zen tem um desenho na cabeça de que, se o PT sair com candidato próprio e a prefeita Socorro Neri for candidata descolada do PT, não é bom para nenhum.

QUANDO O CARNAVAL PASSAR

Depois do carnaval vai voltar o programa “Boa Conversa”, que apresentamos no ac24 horas, com o colega Astério Moreira. E com a maioria das pautas voltadas, naturalmente, para o cenário político da eleição municipal. Vamos ouvir todos os candidatos e sem amaciamento. Quem aceitar o convite para ser entrevistado não espere o tradicional mamão com açúcar.

PRECISA ACABAR A CARRANCA

Quando vai à tribuna o deputado Roberto Duarte (MDB) passa a imagem nos seus discursos de um semblante raivoso, mesmo quando defende pautas legítimas. A única carranca que deu certo são as das barcaças do Rio São Francisco, na política se pode ser duro sem ser raivoso.

EXEMPLO DE POSTURA

Vou pinçar três deputados da oposição, na Assembléia Legislativa: Edvaldo Magalhães (PCdoB), Jenilson Lopes (PSB) e Daniel Zen (PT), críticos duros do governo Gladson, mas não perdem a serenidade nas suas falas. O político é mais escutado no tom sereno, que na gritaria.

PAREM DE FALAR BOBAGEM

Parem de falar bobagem! A chance do grupo de aliados que levou o Gladson Cameli ao governo ter um candidato único a prefeito de Rio Branco é zero. Não por rebeldia, mas porque a nova legislação eleitoral leva os partidos a buscarem aumentar suas representatividades.

É OUTRO QUADRO

Quando acaba uma eleição majoritária, acabam as alianças políticas. E os partidos não podem continuar como puxadinho da sigla que chegou ao poder. Ou somem na memória do eleitor. Não estão errados, MDB, PSDB, SOLIDARIEDADE, em terem candidatos próprios para a PMRB.

ERRADO ESTÁ O PROGRESSISTAS

Mais do que errado é o PROGRESSISTAS em estar no poder, e não conseguir até aqui um nome com densidade eleitoral para ser apresentado á prefeitura da capital. Isso é que é vergonhoso para um partido grande e comandando o Estado. Até os nanicos terão candidatos! My God!

OLHAR O ORÇAMENTO

Fala-se na criação de uma Guarda Municipal na PMRB, que na verdade teria como missão proteger os cidadãos que procuram, por exemplo, um lazer numa praça ou numa quadra esportiva do município. Mas a PMRB tem um orçamento capaz de bancar o alto custo?

NÃO CONHEÇO

O caminho é investir pesado na Educação. Não há porto seguro para quem não criar a prioridade. Não é um resultado para amanhã, mas é um investimento para o futuro dessa juventude desgarrada, e que em grande parte foi conquistada pelo crime organizado.

PERDEU O RESPEITO

O crime organizado em Rio Branco não tem mais respeito pela polícia. Os tiros para o alto, o foguetório, acontecido no enterro do membro de uma facção que foi morto pela PM, é um desafio não só à polícia, mas ao Estado de Direito. Se não tem medo da polícia, terá do cidadão comum? Não adianta mascarar a situação, a população da capital vive angustiada e com medo.

O QUE SE COLOCOU EM PRÁTICA?

O que se colocou mesmo em prática no combate à criminalidade depois daquela reunião do governo, do seu aparato de segurança, com os poderes, MP, deputados e senadores? Não pode ficar apenas numa carta de boas intenções, é preciso sair já do campo da teoria.

FALANDO SÓ

O deputado Antonio Pedro (DEM) vai ficar falando só na eleição para a prefeitura de Xapuri, pode tirar o cavalo da chuva que não juntará a oposição para apoiar seu filho Ailson a prefeito.

CLIMA DE GUERRA

O clima dentro do PROGRESSISTAS entre os seus grupos é de troca de acusações, numa briga insana para ver quem será indicado para disputar a prefeitura da capital. Neste tabuleiro não tem cheiro verde. Enquanto o Gladson não se pronunciar, estão brigando por algo fictício.

BOICOTE CLARO

A presidente do PROGRESSISTAS, senadora Mailza Gomes, que assim que assumiu percorreu todos os municípios, reorganizou o partido, sofreu um claro boicote e recuou nas suas ações. Tomavam decisões sem ao menos lhe consultar. Se deixar a presidência o fará com razão.

CASA DE NOCA

O PROGRESSISTAS virou uma Casa de Noca, onde todos querem mandar e ninguém obedece.

ATÉ AQUI

A eleição na capital vai bater o recorde de candidatos a prefeito: pode chegar a onze.

COM DIREITO A BOLO E VELAS

Uma luminária, na Rua das Palmeiras 746, no Jardim Tropical está queimada um bom tempo, moradores preparam a festa de aniversário com direito a bolo e velinhas para soprar.

FRASE MARCANTE

“Os mais fortes de todos os guerreiros são estes dois: tempo e paciência”. Leon Tolstói.

 

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas