Conecte-se agora

“80% do Acre não possui rede de esgoto”, diz vereador ao defender a privatização do depasa

Publicado

em

O vereador Emerson Jarude (sem partido) usou a tribuna da Câmara de Rio Branco na manhã desta quinta-feira (13) para defender a privatização do sistema de água e esgoto do Acre.

O parlamentar disse que 80% do Acre não possui rede de esgoto e para realizar os investimentos na área seriam necessários R$ 3,8 bilhões, recursos que o governo e nem as prefeituras possui. Jarude afirmou a necessidade da mudança no sistema a partir da terceirização.

“O que nós temos vistos nos últimos anos, é o Depasa sendo usado para fins eleitorais. Esse é o retrato dos últimos anos. Não houve nem melhora no serviço e no planejamento. E ainda falam que não pode privatizar, porque iremos perder um bem precioso. Eu pergunto, que bem é esse?”, indagou.

Ao defender a privatização, Jarude disse que caso o setor de saneamento fosse privatizado casos como a morte do garoto Vilk Gabriel Andre de Lima, de 8 anos, teria acontecido. Vilk Gabriel morreu no último dia 8, ao cair em um bueiro aberto na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) abandonada no bairro Wanderley Dantas, em Rio Branco.

“Se tivesse na mão da iniciativa privada queria ver se isso estaria acontecendo”, encerrou.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas