fbpx
Conecte-se agora

Encontro que define integração comercial entre Peru e Juruá é considerado marco histórico ao Acre

Publicado

em

O Encontro Ucayali-Acre 2020, que reuniu empresários e políticos de todas as regiões do Acre e do Peru durante dois dias esta semana já é considerado um verdadeiro sucesso. Além de ter recebido o maior público de interessados no assunto integração desde 2003, foi o encontro que mais deu resultados e esperanças para a classe empresarial e política. A decisão é unânime: representantes de ambos os estados querem e estão dispostos a lutar pela proximidade da relação econômica entre Peru e os municípios do Vale do Juruá.

A força do projeto foi demonstrada com a presença de mais 80 prefeitos representantes das duas regiões. Isso sem contar a presença massiva de empresários de várias partes e diversos ramos do Peru e do Acre. Para os participantes do encontro, não resta mais dúvidas de que a integração, conexão e o desenvolvimento só vão ocorrer se houver proximidade entre as cidades Cruzeiro do Sul e Pucallpa. O objetivo é ainda mais ousado: em breve, desembocar num Porto do Oceano Pacífico. O empresariado acreano está firme na decisão de importação e exportação de produtos. A garantia de que este processo sairá do papel veio com o envolvimento, pela primeira vez, do embaixador da República Federativa do Brasil no Peru, Rodrigo Soares.

O vice-governador do Acre Major Rocha enalteceu a presença de todos, que mesmo com alguns obstáculos, não desistiram e acreditaram na seriedade do encontro. “É muito importante ter, num evento como esse, o envolvimento de todos os interessados nessa integração da região do Vale do Juruá com o Peru. Pudemos transmitir a real intenção de nosso projeto, que é valorizar essas regiões com o intercâmbio comercial de nossos produtos e mostrar a força econômica do Acre”, disse Rocha.

O evento superou as expectativas até mesmo que quem estava há meses na organização desse projeto. Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac), José Adriano, se não fosse o envolvimento de todos os empresários, tanto do Acre como do Peru, o encontro não chegaria a nenhum resultado. “A presença do empresário é de suma importância para dar o rumo correto desse processo de integração. Eles acreditam no nosso trabalho e o reconhecimento disso pode ser comprovado com a vida deles a esse evento. Isso demonstra que estão confiantes e interessados em levar esse projeto adiante. Não queremos que seja um movimento passageiro, mas que permaneça até que seja concretizado”, enfatizou.

Os empresários que integraram o grupo tiveram a oportunidade de apresentar seus produtos aos peruanos e conhecer os materiais que podem ser importados ao estado. Tudo isso com o apoio da organização e parceria entre acreanos e peruanos.

Alcindo Nascimento atua com produção e beneficiamento do açaí e tem boas expectativas para com a o encontro. “Estamos trocando experiências e conhecendo o mercado peruano, que pode trazer bons negócios para o açaí”. O engenheiro civil Anderson Martins representou a empresa Magnificat Projetos e Soluções em Negócios. Para ele, é preciso que a integração do Acre com o Peru também ocorra pelo Vale do Juruá. “Vemos que o Acre vive novos tempos. Vamos torcer e trabalhar muito por esse projeto. Com essa integração, o Acre ganhará, o Brasil ganhará e toda a região com os países vizinhos”, comemorou.

FOTOS: SÉRGIO VALE – ac24horas.com

Este slideshow necessita de JavaScript.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas