fbpx
Conecte-se agora

Corpo de chilena assassinada em Rio Branco será cremado em SP

Publicado

em

A Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC), com o apoio do governo do Estado do Acre e da Polícia Civil, garantiu por meio de pedido de alvará judicial a liberação do corpo da cidadã chilena, Karina Constanza Bobadilla Chat, vítima de assassinato, em Rio Branco.

Após pedido da família da vítima e do governo Chileno, a DPE/AC entrou com pedido de alvará judicial para garantir o transporte do corpo da vítima para o Estado de São Paulo, e a realização da cremação, para posterior repatriação ao seu país de origem.

“A união de esforços possibilitou que pudéssemos atender aos pedidos da família e amigos da vítima, além de garantir a dignidade da pessoa humana, disse o defensor público, Celso Araújo, que ingressou com a ação.

Como o pedido envolveu relações e tratados internacionais, o defensor público destacou a cooperação e assistência jurisdicional entre os países que compõem o Mercosul, do qual o Brasil faz parte e a República do Chile.

Ressaltou também, que os familiares da vítima não possuem condições financeiras de se deslocarem para o Brasil ou custear as despesas.

O caso

Karina Constanza Bobadilla Chat natural da cidade de Talca, no Chile, foi vítima de homicídio no dia 1º de fevereiro de 2020, na Avenida Amadeo Barbosa, no segundo distrito de Rio Branco.

A vítima se dirigia a Rodoviária Internacional de Rio Branco, quando foi abordada e atacada em via pública, após ser encontrada por um motorista, e encaminhada ao Pronto Socorro, acabou não resistindo aos ferimentos.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas