fbpx
Conecte-se agora

“Queremos um judiciário onde as pessoas sintam que há proteção aos seus direitos”, diz ministro

Publicado

em

Corregedor nacional de Justiça destacou que as inspeções fazem parte da fiscalização permanente

A inspeção no Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), por parte do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), iniciou nesta segunda-feira, 10, com solenidade de abertura no Plenário do prédio-sede da Justiça estadual. A cerimônia, com a presença de toda a corte, contou com a participação do corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins e equipes de juízes, além de autoridades do sistema de Justiça local e servidores.

A atividade de fiscalização nas unidades administrativas e serventias extrajudiciais segue até sexta-feira, 14, tendo como principal intuito o de ajudar as cortes no que precisa e pode ser melhorado e replicar as boas práticas encontradas por todo Brasil.

Durante a solenidade de abertura, o ministro Humberto Martins ressaltou que todos os tribunais tem a mesma missão, que é a de distribuir justiça e ter o mesmo segmento, de justiça voltada aos interesses dos jurisdicionados.

“Somos um único poder judiciário. Nós julgamos as pessoas e as pessoas acreditam em nós. Queremos um judiciário acreditado, respeitado, qualificado, um judiciário onde as pessoas sintam que há proteção com relação aos seus direitos. É esse o judiciário que sonhamos e queremos e é esse judiciário que nós temos”, ressaltou.

O ministro destacou que as inspeções são programadas e fazem parte da fiscalização permanente do próprio tribunal e visa contribuir para uma melhor qualidade dos serviços jurisdicionais.

Em seu pronunciamento, o presidente do TJAC, desembargador Francisco Djalma, salientou que a visita do CNJ traduz o desejo de um efetivo controle da atuação administrativa e financeira do Poder Judiciário, objetivando possibilitar o aprimoramento da prestação jurisdicional de forma célere e eficaz. O desembargador-presidente enfatizou ainda que a Administração, reconhecendo a importância do procedimento, determinou a todas as unidades jurisdicionais e gabinetes de desembargadores que fornecessem quaisquer informações solicitadas à equipe de inspeção.

“Aprimorar a prestação jurisdicional, com eficiência e qualidade, é o maior objetivo do TJAC, apesar das dificuldades econômica e financeira que temos enfrentado. O TJAC está de portas abertas, tanto a parte administrativa, ligada à Presidência, quanto os gabinetes escolhidos para serem inspecionados”, finalizou.

Durante o período de inspeção, prazos processuais e o expediente forense não serão suspensos.

 

Propaganda

Cotidiano

Foragido do Francisco d’Oliveira Conde é recapturado em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

As polícias Militar e Civil de Cruzeiro do Sul prenderam na tarde desta terça-feira, 18, G.M.M. Segundo os policiais, ele estava foragido do presídio estadual Francisco d’Oliveira Conde, em Rio Branco. A polícia esclareceu que G.M.M não é um dos 26 fugitivos que escaparam do presídio no último dia 20 de janeiro.

Conforme a polícia, o recapturado cumpria pena no presídio da capital pelo crime de homicídio e porte ilegal de arma de fogo.

Após a prisão, ocorrida nesta terça-feira, o detido foi encaminhado para a Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul para os procedimentos legais.

Continuar lendo

Cotidiano

Ufac oferta 300 vagas para pós-graduação em Gestão do Sistema Penitenciário

Publicado

em

A Universidade Federal do Acre (Ufac), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propeg), divulgou nesta terça-feira, 17, o edital do processo seletivo para o curso de pós-graduação em Gestão do Sistema Penitenciário e Direitos Humanos. O curso será ofertado na modalidade de Ensino a Distância (EaD) e tem duração mínima de quinze e máxima de dezoito meses, sendo ofertado nos municípios de Rio Branco e de Cruzeiro do Sul (AC).

As inscrições estão abertas desde segunda-feira, dia 17, e encerram no dia 17 de março. A inscrição será somente via online em link disponibilizado no site da UFAC (http://ead.ufac.br/ava/course/index.php?categoryid=33).

Estão sendo ofertadas 300 vagas. Destas, 255 serão destinadas para os servidores públicos efetivos do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen) e o restante para os servidores da Segurança Pública (PM, PC, ISE e CBM), Poder Judiciário, Ministério Público (MP) e da Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE).

Podem ser candidatos à seleção graduados em qualquer área de conhecimento reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) que, cumulativamente, estejam no efetivo exercício como servidor em um dos órgãos citados acima.

A pós-graduação é resultado de contrato firmado entre a Ufac, a Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Fundape) e o Fundo Penitenciário do Estado do Acre (Funpenacre).

Para mais informações, clique aqui. 

view (7)

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Leia Também

Mais lidas