fbpx
Conecte-se agora

Petecão vai lançar candidatura do PSD à prefeitura de Xapuri

Publicado

em

Enquanto a cúpula do MDB referendava o nome do advogado Carlos Venícius como pré-candidato do partido à prefeitura de Xapuri, na manhã desse sábado, 8, na câmara de vereadores da cidade, o senador Sérgio Petecão coordenava um encontro com apoiadores do vereador Gessi Capelão, para tratar da transferência do parlamentar-mirim para o PSD.

Capelão, que havia sido o primeiro pré-candidato anunciado pelo MDB, viu suas pretensões irem por águas abaixo depois que Carlos Venícius colocou seu nome à disposição do partido com o apoio aberto do deputado estadual Roberto Duarte. Mesmo aparecendo à frente do advogado nos levantamentos internos, o vereador começou figurar como segunda opção para a executiva municipal.

Disposto a não abrir mão de sua pré-candidatura, o vereador de três mandatos como presidente da câmara de Xapuri abriu diálogo com o partido do senador Sérgio Petecão ainda antes da realização da pré-convenção convocada pelo MDB para decidir entre os dois pré-candidatos. Na semana passada, Capelão afirmou ao ac24horas que não participaria da prévia realizada neste sábado.

No encontro com Petecão ficou decidido que no próximo dia 7 de março o PSD realizará um grande ato de filiação na cidade, ocasião em que a ala do MDB que apoia Gessi Capelão se transferirá para o partido do senador. No mesmo dia, será anunciada a nova pré-candidatura do vereador à prefeitura.

Perguntado sobre a definição do MDB por Carlos Venícius e sobre a sua própria decisão de não seguir o partido, Capelão não polemizou e ainda considerou a possibilidade de a oposição em Xapuri se unir para a disputa da eleição contra o PT do prefeito Ubiracy Vasconcelos. Ele disse que não abriu mão de ser pré-candidato por considerar que é o único que conhece os problemas do município.

“A decisão do MDB é uma decisão que pode reunir toda oposição lá na frente, pois todos sabemos que sem união o PT pode levar novamente a vitória. Eu tenho que continuar com o meu nome na disputa porque eu sou o único que realmente conhece as necessidades de toda população xapuriense, sem desmerecer os outros pré-candidatos, mas pela minha história política”, afirmou.

Sérgio Petecão afirmou à reportagem que tem interesse na eleição de Xapuri, município onde ele sempre teve dificuldade de penetração. Segundo ele, a recepção do PSD ao vereador Capelão não representa o fim da aliança do seu partido com o MDB. Afirmou também que está muito feliz com o momento e que vai se empenhar na campanha eleitoral.

“Conversei com o Flaviano, com o Chagas Romão e disse a eles que nós iríamos abraçar o Capelão, sem que paire nenhuma dúvida de que o MDB é nosso aliado, mas ele veio com um grupo muito forte e nós vamos agora cair em campo, eu tenho interesse nessa eleição, pois sempre foi muito difícil para eu entrar em Xapuri. Vamos rever o diretório municipal e vou empenhar como eu puder para estar ajudando”, disse.

Confirmando-se o casamento entre o PSD e os dissidentes do MDB, o cenário eleitoral deste ano terá quatro candidaturas à prefeitura de Xapuri, sendo três de partidos que estiveram juntos contra o PT nas últimas eleições estaduais.

Propaganda

Acre

Pátios das UPAs da Sobral e Cidade do Povo passam por reforma

Publicado

em

Os pátios de duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Rio Branco começaram a passar pro reforma esta semana devido ao péssimo estado em que se encontravam. Equipes do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária (Deracre) iniciaram a Operação Tapa Buracos nas UPAs da Sobral e da Cidade do Povo.

Segundo o governo, o trabalho também recebe apoio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), uma vez que o Deracre atua com o equipamento e a Sesacre forneceu o combustível, óleo diesel.

Segundo do Deracre, o material empregado na região é o fresado, cedido pelo DNIT. De acordo com o órgão, a medida é apenas paliativa, até que governo adquira os insumos para que o Deracre volte a fazer o trabalho em caráter definitivo.

Fotos: Secom/Acre

 

Continuar lendo

Acre

“Vamos dar uma resposta”, diz Ulysses sobre tiros em enterro

Publicado

em

Imagens registradas essa semana causaram espanto aos moradores de Rio Branco, principalmente ao que residem na parte alta da cidade. Durante o enterro de Adriel da Silva, de 20 anos, companheiros fizeram uma queima de fogos e usaram armas de fogo para atirar, ao menos, dez vezes para cima em homenagem ao falecido. Nessa sexta-feira, 14, o comandante-geral da Polícia Militar do Acre, coronel Ulysses Araújo, concedeu entrevista ao Jornal do Acre, na Rede Amazônica, explicando os fatos.

Segundo a polícia, Adriel pertencia a uma organização criminosa. Ele morreu num confronto com o Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Conjunto Rosa Linda, na última segunda-feira (10). O comandante da PM afirmou que, infelizmente houve o caso dos tiros ao alto no cemitério Jardim da Saudade, mas que a situação não irá mais ocorrer. “Aquilo [tiros ao alto] não vai mais acontecer. Aconteceu, mas não vai mais”, garantiu o comandante.

De acordo com Ulysses, a Polícia Militar está empenhada no caso. “Vamos dar uma resposta”, disse. Para o coronel, “quem tem salva de tiros é herói, ali não tinha nenhum herói [sendo enterrado], ali tinha bandido”, salientou.

Além de um morto, o confronto da polícia com criminosos ainda deixou outro ferido e duas mulheres presas.

Entenda

A polícia recebeu informações de que membros de uma organização criminosa estavam reunidos em uma casa no Rosa Linda. Uma guarnição do Bope foi até o local, cercaram a residência e dois suspeitos reagiram. Na troca de tiros, Adriel foi atingido e morreu no local. Já seu comparsa foi apenas ferido com um disparo. Na ação, duas mulheres ainda não identificadas foram presas. Duas armas de fogo também foram apreendias. O caso está sob a responsabilidade de investigação da Polícia Civil.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas