fbpx
Conecte-se agora

Márcio Bittar defende exploração econômica das terras indígenas

Publicado

em

O senador Márcio Bittar defendeu, em entrevista ao Congresso em Foco, a permissão para que terras indígenas sejam exploradas economicamente. “Eu entendo que o índio deve ser dono dela, hoje não é. Mentiram, hoje o sistema rural do Brasil e particularmente da Amazônia é comunista. Como é o comunismo? É o Estado que determina, não é?”.

Bittar é a favor que as únicas áreas que sejam proibidas de serem usadas economicamente sejam as Áreas de Proteção Ambiental (APPs) e que as terras de propriedade dos índios sejam 100% livres para iniciativa privada. “Área plana e agricultável por que não pode trabalhar? Não tem nenhuma razão”.

O senador do MDB declarou que a previsão em lei das atividades econômicas nessas áreas vai ajudar na economia das cidades da região Norte e citou como exemplo a capital do Acre, estado que o emedebista representa no Senado Federal.

“Vamos criar a terra indígena, a ideia é o seguinte, vamos dar terra para o índio, ele é o dono. Quantos discursos escutamos disso? ‘Ele é o dono, nós é que invadimos’. Se o índio está passando necessidade. Porque é o Norte que é o mais pobre, não é o Índio, é o Norte. Vai em Rio Branco, é buraco, pobreza, negócio de doido”.

Para reforçar sua posição de que a legislação atual não dá autonomia para os indígenas, o senador do Acre afirmou que eles ficam impedidos explorar economicamente as terras mesmo que tenham vontade.

Leia mais em: www.congressoemfoco.com.br

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas