Conecte-se agora

As alianças políticas não podem ser eternas 

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) negou ontem ao BLOG DO CRICA que exista um compromisso firmado do seu partido de formar uma aliança com o PT, para apoiar um eventual candidato petista à prefeitura de Rio Branco. Nega a existência de uma adesão automática. “A nossa aliança até aqui é com a prefeita Socorro Neri, estamos esperando um chamamento para sentarmos e conversarmos sobre a eleição municipal deste ano”, destacou o comunista. A posição do antigo aliado mostra que, mesmo sem terem sido prestigiados como esperavam na composição do secretariado da prefeita Socorro, as suas lideranças preferem seguir com a parceria e não se aventurar numa candidatura própria do PT à PMRB, apenas para marcar posição política. Tanto o PT como o PCdoB esperam o posicionamento oficial da prefeita para saber se interessa uma coligação ou se prefere levar a sua candidatura sem o apoio formal no primeiro turno de comunistas e petistas. Não há data para decisão.

COMO É A POLÍTICA!

A política é uma roda a girar constantemente. Quem é que iria imaginar que um partido como o PT, até bem pouco dominava a política acreana, com 20 anos no poder, ia de uma hora para a outra virar um pedinte do pequeno PSB? Na política, nunca pise em quem está embaixo.

TESES VITORIOSAS

Mesmo com a cabeça a prêmio no governo, o dirigente do IAPEN, Lucas Gomes, viu todas as teses que defende no tratamento aos presidiários, serem chanceladas pelo Tribunal de Justiça. O TJ decidiu pela retirada de televisores, rádios e tomadas das celas de todos os presídios.

MOTIVO DA BRIGA

Este foi o motivo da sua briga com a Juíza da Vara de Execuções, Luana Campos.

CAMPANHA ORGANIZADA

O ex-deputado Jamil Asfury (PSC) já está com a campanha organizada para a disputa da prefeitura de Rio Branco. Seu assessor de imprensa será o experiente Ailton Oliveira.

NÃO REPERCUTIU BEM

Não teve boa repercussão nos meios políticos a divulgação de nomes que comporiam um Conselho Político do governo, para opinar sobre decisões estratégicas do governador Gladson Cameli. A opinião generalizada foi que, a maioria não tem uma representatividade política.

O GLADSON FICOU LOUCO?

Foi a pergunta que fez ontem um experiente deputado governista ao desdenhar da proposta do Conselho. “Tiro da relação dois nomes que de fato poderiam contribuir, o restante não tem vivência para orientar o governo politicamente”, disparou o parlamentar no comentário.

VIRARIA UMA BALBÚRDIA

A ideia é boa, mas numa composição de no máximo três nomes. Concordo com os deputados que alguns dos nomes citados não vão acrescentar nada, sem vivência, e formar um Conselho com seis representantes vai acabar virando uma balbúrdia de opiniões e um fórum de pitacos.

NÃO CREIO QUE FUNCIONARIA

Embora defenda que seja uma boa ideia, não acredito que na prática funcionaria. O governador Gladson Cameli é impulsivo nas suas decisões. E um Conselho sem força de decidir seria apenas um enfeite sem a menor serventia, como foi a secretaria de articulação política.

EMPENHADA NA SOLUÇÃO

A senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTAS) vem tendo um empenho pessoal em ajudar na busca de soluções para o clima de violência em que vive o Estado. Conseguiu um encontro do governador Gladson Cameli com o vice-presidente Mourão, ao qual foi pedido que o Acre seja visto como prioridade no Conselho da Amazônia na política de proteção às fronteiras.

PEDIR A QUEM PODE APOIAR

Não adianta ficar bradando contra a violência desenfreada na capital com execuções, assaltos, se tornando algo corriqueiro e em grande número. Medida como esta da senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTAS) tem mais peso, tem que se pedir a quem pode resolver o problema.

NÃO PODE RECLAMAR

O Comandante da PM, Coronel Ulysses Araújo, não pode reclamar da falta de recursos para o setor, que tem 27 milhões de reais carimbados para serem usados no exercício no combate à criminalidade. E, parte dos recursos alocados, veio através de ações da bancada federal.

DIAS CONTADOS

Os dias do deputado Gerlen Diniz (PROGRESSISTAS) á frente da liderança do governo na ALEAC está mesmo com os dias contados. O Gladson terá que começar a pensar já num novo nome.

ENGANADOS COM A COR DA CHITA

O deputado Gerlen Diniz (PROGRESSISTAS) dá como motivo para a entrega do cargo a disputa da prefeitura de Sena Madureira, onde, todo dia aparece um candidato no grupo de oposição. Uma hora é a ex-prefeita Toinha Vieira (PSDB), no outro a Charlene Lima (PTB), e agora o Gerlen se apresenta. Em qualquer cenário não será fácil derrotar o prefeito Mazinho Serafim.

PASSO IMPORTANTE

A reunião programada para domingo com representantes de todos os poderes e os que comandam as forças de segurança, foi um passo prático importante dado pelo governador Gladson Cameli, na busca de soluções para o clima de guerra urbana em Rio Branco.

NÃO SE PODE OMITIR

Que a cidade passou do limite do suportável na violência, ninguém discute, todo mundo virou alvo dos bandidos cada vez mais ousados. Mas para não fugir da verdade não se pode deixar de reconhecer que existe sim um esforço grande do governador na busca de solução.

ATÉ PELA OPOSIÇÃO

E isso também não vai se resolver mudando o secretário de Segurança. O Coronel Paulo César é um quadro qualificado, reconhecido até pelos deputados de oposição mais ferinos. O que se tem de buscar são novas estratégias e que o governo federal atue na proteção das fronteiras. 

FOTO HISTÓRICO

Ao assistir ontem o deputado Daniel Zen (PT) discorrer sobre a aposentadoria especial de professores e ter citado o nome do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), por sua contribuição ao magistério, um colega da imprensa, disparou: “se o Zen conseguir uma foto do Edvaldo numa sala de aula lecionando, eu faço um quadro e coloco na sala lá de casa”.

IA DAR CADEIA

Em boa hora o governo acabou com a farra de se pegar caronas em licitações, estava criando um porco-espinho para o seu CPF. A comissão de licitação não existe só para enfeitar.

PEDIDO EXAGERADO

O deputado Fagner Calegário (PR) se excede quando pede a cabeça do secretário de Educação, Mauro Sérgio, por não responder a um pedido de informações como pretendia. Sobre pendências financeiras do governo não vai resolver com a demissão do secretário Mauro.

AVANÇO SIM

As aulas estão se iniciando em fevereiro; o que não acontecia, os alunos ganharam fardamento de graça e serão fornecidas duas alimentações aos estudantes, são avanços que devem ser reconhecidos na gestão do secretário Mauro Sérgio. Embora isso não impeça a crítica.

CONQUISTAS LEMBRADAS

Estas conquistas foram lembradas ontem pelo deputado Marcos Cavalcante (PTB).

PERDEU FORÇA

A proposta do deputado Roberto Duarte (MDB) de uma “intervenção federal” na Segurança perdeu força no momento em que não teve o apoio massivo da oposição e nem dos aliados. O deputado Daniel Zen (PT) e o vereador Marcos Luz (MDB), por exemplo, não endossaram o pedido.

JOGO PARA A PLATÉIA

Ficou bem claro nesta história que o deputado Roberto Duarte (MDB) quis se aproveitar de um momento péssimo do governo na Segurança, para embalar o pedido de uma intervenção, o que iria emparedar o governo Gladson Cameli. Duarte calculou mal que obteria apoio total.

TERÃO QUE ESPERAR

Pelas informações que chegaram ontem a este BLOG, a Procuradoria do Estado não acatou a tese da contratação por excepcionalidade dos concursados da polícia, o que empurra as contratações para quando o governo sair do vermelho na Lei de Responsabilidade Fiscal.

NÃO SERÁ AO CURTO PRAZO

Com esta situação as contratações não vão acontecer ao curto prazo, porque vai precisar de uma série de fatores econômicos combinados para que o governo saia do vermelho na LRF. Não custa nada o governo chamar os representantes dos concursados para uma conversa franca. Não pode é deixar este pessoal iludido empurrando o anúncio com a barriga.

FESTA TRICOLOR

Neste domingo é a festa da torcida do Fluminense, a FLUACRE, com um congraçamento na AABB, com feijoada, pagode e a presença do grande ídolo do tricolor das grandes conquistas, o paraguaio Romerito. Ingressos esgotados. Ser fluminense é ter um estado de espírito elevado.

CONVERSA FINAL

A senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTAS) vai ter uma conversa final na próxima semana com o governador Gladson Cameli, para decidir se fica ou não na presidência do partido.

FRASE MARCANTE

“Para que tanta afobação? O futuro sempre nos chega a uma velocidade de 60 minutos por hora”. Einstein.

 

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas