fbpx
Conecte-se agora

Se professores acatarem proposta do Sinteac, ano letivo não começa na próxima segunda-feira

Publicado

em

O início do ano letivo nas escolas públicas estaduais, marcado para a próxima segunda-feira, 10, pode não ocorrer.

Pelo menos essa é a proposta do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac) que aproveitou toda a semana onde os professores estiveram reunidos em cursos de formação para mobilizar a categoria e convencê-los a cruzar os braços.

Entre as principais pautas defendidas pelo sindicato estão o auxílio alimentação no valor de 500 reais e o pagamento do Prêmio de Valorização Profissional de Desempenho (VDP) seja pago em duas parcelas. A primeira no próximo mês de julho e a segunda, no final do ano.

O que se pode perceber até agora nas conversas com os educadores é que não há um consenso em relação a paralisação. Portanto, o início do ano letivo se tornou uma incógnita a ser decifrada na próxima segunda-feira.

Rosana Nascimento, presidente do Sinteac, afirma que a paralisação é uma decisão dos professores. “Foram todos mobilizados durante as formações. É uma decisão da categoria. Se estiverem insatisfeitos, não iniciamos o ano letivo. Do caso contrário, fizemos a nossa obrigação”, afirma

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas