Conecte-se agora

Gladson assume comando das ações de segurança  

Publicado

em

Depois de ter terceirizado e entregue a Secretaria de Segurança de porteira fechada para o vice-governador Major Rocha e o setor está vivendo hoje uma crise de violência de proporções alarmantes, principalmente, em Rio Branco, o governador Gladson Cameli decidiu retomar a sua autoridade sobre a pasta. A sua primeira iniciativa foi convocar uma reunião de emergência, a acontecer no próximo domingo ás 10 horas no Palácio Rio Branco, com todos os comandantes da Segurança, bancada federal, bancada estadual, representantes do Judiciário e Ministério Público. O objetivo é buscar alternativas conjuntas para enfrentar o problema da violência no Estado. Gladson falou na reunião de ontem com a bancada federal que não está tirando as suas responsabilidades na crise da Segurança, mas busca encontrar meios de devolver a paz à população. A sua medida veio num cenário de pânico na sociedade, com os bandidos cada vez mais ousados, onde as vítimas deixaram de ser apenas membros de facções, mas também pessoas inocentes, como no caso da recente morte num assalto de um Oficial da PM. Este clima de terror vem se refletindo diretamente nos cidadãos de bem.

CONVERSA FRANCA

Neste encontro tem que haver uma conversa franca para pedir o MP e o Judiciário, que dentro da lei, sejam mais duros com os que são presos pela polícia. Não pode se repetir vários casos de muitos marginais serem presos mais de uma vez num mês e liberados nas audiências.

POLICIAIS DESMOTIVADOS

Está situação me é retratada em queixas rotineiras de amigos policiais, que se sentem desmotivados por prender um bandido hoje e uma semana depois prenderem o mesmo bandido. Isso leva à desmotivação dos nossos esforçados policiais.

NO MESMO BORNAL

No mesmo bornal tem de colocar os políticos. Foram eles que derrubaram a proposta de dar aos policiais a exclusão de ilicitude no combate ao crime organizado, foram eles que, criaram a proibição de se mostrar a cara dos marginais na imprensa, as leis são brandas por causa deles.

PRIMEIRA MEDIDA SENSATA

Esta reunião é a primeira decisão sensata e pragmática do governador Gladson Cameli para combater a violência desenfreada na capital. Ela é importante porque o governo está tendo a humildade de publicamente reconhecer que vem perdendo a guerra para as organizações criminosas. E de que esta situação não pode mais continuar, porque passou dos limites.

TEMA NO DEBATE

Neste debate de domingo poderia ser colocado em discussão como encontrar uma maneira de dentro de uma excepcionalidade contratar os policiais concursados e os colocar nas ruas.

BISANDO A HISTÓRIA

Acho que antes de se pedir intervenção federal na Segurança tem que se dar ao governo a chance buscar todos os meios que tem no combate à violência. Mas não se pode atacar o deputado Roberto Duarte (MDB) por seu pedido de intervenção federal na Segurança. No governo passado o mesmo tipo de pedido foi feito pelo então deputado federal Major Rocha (PSDB) ao governo federal, com assinatura do então senador Gladson Cameli. Bisando a história.

HUMILDADE É UMA VIRTUDE

O Comandante da PM, Coronel Ulysses Araújo, tem de entender que a humildade é uma virtude relevante. Na sua Nota de ontem omitiu que o Oficial PM vítima de um assalto esta semana, morreu por causa dos tiros disparados pelos bandidos. A insuficiência renal foi uma conseqüência. Não é demérito reconhecer que vivemos num descontrole da violência.

RESPOSTAS INSUFICIENTES

Não podemos brigar com a verdade. Que a Segurança no governo passado foi uma merda fedida, que os bandidos tinham o domínio da cidade, é verdade. Mas os que comandam a Segurança têm de reconhecer que não houve avanço suficiente para sair desta merda.

NÃO SE ESTÁ DIMINUINDO

Não se está diminuindo o esforço do comando da PM, do comando da Polícia Civil, do secretário de Segurança, das forças policiais. Merecem elogios estes esforços, mas não se pode omitir de que estão sendo insuficientes para dar sensação de segurança para a população.

A GRANDE JOGADA POLÍTICA

Caso o Gladson Cameli reduza a cobrança do ICMS sobre os combustíveis e isso se refletir na queda do preço do litro da gasolina e do diesel nas bombas, ele vai dar um salto na sua popularidade. O governo passado reagiu a todas as tentativas para reduzir o ICMS no setor.

CONVERSA FRANCA

Mas antes tem que ter uma conversa franca com os donos dos Postos de Gasolina e buscar deles um compromisso assinado de que, reduzindo o ICMS eles baixarão os preços da gasolina e do diesel. Não pode é o governo fazer o sacrifício e os fornecedores não diminuir os preços.

CONSELHO POLÍTICO

Aconteceu ontem a primeira reunião para a formação de um conselho político no governo, formado por ex-parlamentares e cidadãos com vivência na área. O Conselho vai atuar como um filtro das ações importantes na área política, sob coordenação do Gabinete Civil

MOMENTO POLÍTICO

Este Conselho tentou ser formatado no início do governo, mas não foi adiante. Na composição que está sendo discutida estariam entre outros, Osmir Lima, Normando Sales, Élson Santiago, Marieldo do Bujari, Jairo Carvalho e Nelson Sales. Os nomes e o funcionamento do Conselho ainda serão submetidos à apreciação do governador Gladson Cameli.

ESTA É A QUESTÃO

A ideia é boa. A dúvida é se o governador se norteará por este Conselho, por agir por impulsos. 

ELEIÇÃO MUNICIPAL

Um dos primeiros assuntos a ir para a pauta seria o papel do governo na eleição municipal.

AGORA É PARA VALER

O MDB deve numa coletiva na próxima segunda-feira oficializar a candidatura do deputado Roberto Duarte (MDB) para a prefeitura de Rio Branco. Segundo as informações que chegaram ao BLOG DO CRICA, todas as dúvidas que ainda restavam sobre a candidatura foram tiradas.

FAKE NEWS

O deputado Jonas Lima (PT) negou que tenha compartilhado uma postagem ofensiva ao deputado Roberto Duarte (MDB), citando ontem que foi fake news. Acredito no Jonas

MAIS REAIS DO QUE O REI

O governador Gladson Cameli vê as críticas sobre a Segurança como parte da democracia e não se ouve dele uma condenação à liberdade de expressão, ao contrário de alguns setores do governo que se espinham. Estão querendo ser mais reais do que o Rei. Só pode ser isso.

VIROU BRINCADEIRA

A maioria dos secretários não deve dar muita bola para prestigiar os atos do governo. Nas inaugurações de obras ou em atos que está o Gladson Cameli, são raros os secretários prestigiando. O mesmo se repetiu na leitura da mensagem governamental na ALEAC.

FALANDO PARA O VENTO

E olhe que estamos no início do governo. Imagine então, mais na frente! Vai chegar a um tempo em que o governador vai fazer a entrega de uma obra falando para o vento.

TEM QUE SEPARAR

O deputado Roberto Duarte (MDB) não pode descambar para o rancor nas suas críticas, não está conseguindo separar a pessoa do governador do governo como gestão, são duas coisas distintas. Em alguns momentos tem trilhado o caminho errado do ataque à pessoa do Cameli.

CRÍTICA TEM QUE TER

A crítica tem que ter e deve ter à administração pública, porque isso é da democracia, jamais pode ser direcionada à figura do gestor no pessoal, porque neste caso passa a ser rusga política.

MELHOR TRATADO

Neste cenário de guerra civil em que se encontra a cidade acontecem inversões de valores, onde o policial não pode tomar uma medida mais dura, sob pena de ser processado por tortura, enquanto os preços têm um cardápio alimentar da melhor qualidade na prisão.

REFLEXOS NA ECONOMIA

O assunto da violência vai muito além das quase 50 execuções acontecidas este ano, com a maioria na capital, ela tem reflexos econômicos. Inibe o empresário de abrir um novo negócio, com temor de ser assaltado e perder até a vida. E os que estão no comércio vivem sob o medo.

NEM UM LAMENTO

Nem um lamento foi ouvido daqueles que dizem que nesta guerra da violência na cidade só morrem pretos, pobres e jovens, discurso surrado da esquerda. Todos calados com a recente morte de um policial militar em um assalto. Somos todos alvos da violência desenfreada.

FRASE MARCANTE

“O povo quer honestidade na política, mas as pessoas não sabem ser honestas com o próximo. A política é o reflexo do seu povo”. Rafael Nascimento.

 

 

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas