fbpx
Conecte-se agora

Apenas Jesus Sérgio e Mara Rocha votaram por afastar deputado acusado de corrupção

Publicado

em

A maioria da bancada acreana na Câmara dos Deputados votou para derrubar, na noite desta quarta-feira (5), a decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que havia determinado o afastamento do mandato do deputado José Wilson Santiago, do PTB da Paraíba.

Com ausência de Alan Rick, apenas Jesus Sérgio, do PDT, e Mara Rocha, do PSDB, votaram por manter o deputado paraibano afastado.

Assim, cinco dos oitos deputados acreanos aprovaram o parecer pela rejeição do afastamento do colega Wilson Santiago. Com esse resultado, o deputado da Paraíba pode retornar às suas funções parlamentares. Para manter o afastamento, eram necessários, no mínimo, 257 votos contra o parecer.

Os deputados ausentes que, ao deixarem de votar, ajudaram o placar favorável a Santiago. O deputado paraibano estava afastado do mandato desde dezembro. Com a decisão, será reintegrado.

Segundo a Câmara dos Deputados, Wilson Santiago é um dos investigados da operação Pés de Barro, da Polícia Federal, sobre superfaturamento em obras da adutora Capivara, no interior da Paraíba, que envolveriam crimes de peculato, lavagem de dinheiro, fraude licitatória e formação de organização criminosa.

Segundo a Polícia Federal, as obras foram contratadas por R$ 24,8 milhões e teria havido distribuição de propinas no valor de R$ 1,2 milhão. Na mesma operação, foi preso o prefeito de Uiraúna (PB), João Bosco Nonato Fernandes (PSDB).




Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas