fbpx
Conecte-se agora

Em mensagem na Aleac, Ribamar fala em “não olhar para o retrovisor”

Publicado

em

O secretário da Casa Civil, Ribamar Trindade, foi responsável por fazer a leitura da mensagem governamental na abertura dos trabalhos legislativos na Assembleia Legislativa na manhã desta terça-feira, 4. Com ausência do governador Gladson Cameli, que cumpre agenda em Brasília, e do vice-governador, Major Rocha, que cumpre agenda na região de fronteira, Trindade abriu o discurso usando uma expressão comumente usada por Cameli “não olhar para o retrovisor”, mas logo em seguida lembrou que a atual gestão recebeu o Estado quebrado com divida superior a R$ 1 bilhão.

“Os jornais do nosso Estado noticiaram em 2019 a vultosa dívida herdada da administração anterior que, segundo os cálculos da equipe econômica do nosso governo, ultrapassou R$ 1 bilhão, na forma de amortização, ajuste de contratos e devolução de operações de crédito; ajuste e contrapartidas de convênios e dívidas com fornecedores e servidores públicos. Em que pese tenhamos recebido o “caixa público” deficitário, os efeitos da dívida refletem na estagnação da economia, com índices negativos para os setores mais dinâmicos, como por exemplo a indústria e o comércio; descrédito junto as empresas fornecedoras de insumos e produtos para os serviços públicos, o que dificultou a realização das licitações de estoques essenciais no primeiro semestre do governo; e desmotivação dos servidores, em razão de perdas e prejuízos das categorias profissionais”, disse Trindade.

Trindade ressaltou que com o cenário que foi posto, foi necessário realizar algumas reformas administrativas e ajustes orçamentários, sobretudo para equacionar a dívida da previdência, quitar passivos financeiros com servidores e fornecedores, além de renegociar outras dívidas. “Essas medidas de controle e contingência equilibraram, no curto prazo, o custeio e a manutenção da “máquina pública”, garantindo a programação de investimentos do governo que aquecerá a economia e sinalizará para os resultados do nosso Plano de Governo. Como disse anteriormente, o diagnóstico nos serve para criar parâmetros e planejar o futuro com responsabilidade e competência. Nesse sentido, o nosso governo, com todas as dificuldades, apresenta os resultados sintéticos do primeiro ano de gestão”, frisou.

FOTO: SÉRGIO VALE – ac24horas.com

No campo da governabilidade, Ribamar destacou a boa relação do executivo com os demais poderes e Ministério Público além de diversas audiências e negociações com sindicatos e demais categorias profissionais. O secretário ainda ressaltou ações na saúde, educação e segurança pública e agronegócio.

“Por fim, manifesto os agradecimentos de toda equipe de governo. A nossa intenção é renovar os votos de parceria com este Poder Legislativo e transmito, a pedido do Excelentíssimo governador Gladson Cameli, o desejo de darmos as mãos em favor da paz no nosso estado”, encerrou Trindade.

Propaganda

Acre

Brasil avalia construção de hidrelétrica binacional com a Bolívia

Publicado

em

FOTO: INTERNET

O Brasil estuda construir uma usina hidrelétrica binacional com a Bolívia. O projeto seria no Rio Mamoré, acima do município de Guajará-Mirim (RO), contando com experiência e investimentos de Itaipu.

A possibilidade foi comentada na última sexta-feira (14) pelo diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, durante solenidade de comemoração da geração recorde de 2,7 bilhões de megaWatts/hora (MW/h) produzidos desde o início de sua operação, em 1984.

O Ministério estimou em cerca de US$ 5 bilhões o valor de construção da usina binacional com a Bolívia, tomando-se em conta o valor das grandes usinas recentes.

Continuar lendo

Acre

PSDB indica Pelé Campos como pré-candidato a prefeito de Feijó

Publicado

em

O lançamento da pré-candidatura do escolhido pelo PSDB para disputar a prefeitura do município de Feijó ocorreu neste sábado, 15, na Câmara Municipal. Pelé Campos foi apresentado como pré-candidato com apoio de importantes figuras do ninho tucano, coo o vice-governador do Acre, Major Rocha e a deputada federal Mara Rocha.

Pelé irá disputar a vaga também com o atual prefeito de Feijó nas eleições de 2020. Na mesma ocasião, também ocorreu o ato de filiação do PSDB em Feijó. Participaram do ato políticos como o deputado estadual Cadmiel Bomfim, o presidente do MDB, Abner Tavares e o presidente do PSDB, Luciano Machado.

Pelé Campos foi apontado como “aquilo que o município precisa para se desenvolver”. Para os dirigentes do partido, ele é uma figura qualificada, entendedor de Gestão Pública.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas