fbpx
Conecte-se agora

Márcio Bittar critica opositores do uso econômico da Amazônia: “parem de embromação”

Publicado

em

O senador Márcio Bittar criticou duramente ambientalistas e cientistas que questionam o projeto de lei que pretende mudar a categoria do Parque Nacional de Serra do Divisor, que passará a ser área de proteção ambiental. “Parem com embromação”, disse ele.

“Amazônia, particularmente o Acre, a persistir como está vamos perpetuar a pobreza apesar de morarmos em cimo do chamado ´tesouro da humanidade´’, completou o parlamentar. A mudança para APA permitiria, por exemplo, a abertura de estrada ligando o Acre ao Peru.

“Essa conversa de que a Europa vai pagar para a gente preservar é conversar para boi dormir. Quando vejo brasileiros vassalamente ficar dizendo que se não cumprirmos com ele não vão comprar de nós. Temos mais de vinte milhões de brasileiros da Amazônia que precisam e merecem sair da pobreza”.

O Parque é uma unidade de proteção integral. “É um ambiente que não permite a presença a humana no sentido de ocupação territorial. Permite pesquisa, educação ambiental”, disse o presidente da organização ambientalista SOS Amazônia, Miguel Scarcello, que debateu a questão com o senador em programa da rádio CBN, de Rio Branco.

É o 4º maior parque nacional do Brasil. Em 2019, o parque fez aniversário de trinta anos de criação. Além de Scarcello e Bittar, o biólogo da divisão de áreas naturais protegidas e biodiversidade da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Ricardo Plácido, participou do debate.

Os ambientalistas pediram diálogo poque, dizem eles, há opiniões divergentes como também um pensamento comum de desenvolver a bioeconomia.

Além disso, segundo Plácido, já tem previsão no plano de desenvolvimento do parque a construção de uma estrada.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas