fbpx
Conecte-se agora

Acreanão: Atlético faz 7 no São Francisco e Galvez vence Náuas

Publicado

em

Para quem estava com saudades do Campeonato Acreano, a primeira rodada foi do jeito que o torcedor gosta. Nas duas primeiras partidas de abertura do estadual, realizadas no Florestão, o que não faltou foi bola na rede.

A primeira partida trouxe o confronto entre o atual campeão, Atlético Acreano, e o lanterna da competição do ano passado, o São Francisco. Pelo visto, a temporada 2020 vai ser igual com o galo brigando pelo título e o time católico entre os últimos.

O Atlético sobrou em campo e venceu com folga, aplicando a primeira goleada da competição.

Em uma partida com a marcação de 4 pênaltis e um jogador do São Francisco expulso, o Galo venceu por incríveis 7 a 0. O grande artilheiro foi Ciel que fez três gols. Matheus Damasceno, Guilherme e Beto Granada, duas vezes, também marcaram.

Além da diferença técnica, o São Francisco foi o exemplo da difícil realidade dos times menores do Acre. A equipe foi ao jogo apenas com um jogador no banco de reservas à disposição do treinador.

Galvez vence com dificuldade, mas arranca com vitória no campeonato

Na outra partida de abertura do Campeonato Acreano de 2020, o Galvez sofreu para vencer o Náuas de Cruzeiro do Sul.

O representante do Juruá deu uma prova de que parece ter acertado ao apostar em jovens jogadores da região Sul do Brasil.

Renan, no final do primeiro tempo, marcou para o time cruzeirense que foi para intervalo vencendo a partida. Na segunda etapa, o Galvez conseguiu com muita dificuldade virar a partida com gols de Radames e Hayllan.

Os próximos jogos do Estadual acontecem na próxima quinta-feira, 6, com as estreias de Rio Branco e Andirá e o segundo compromisso do Galvez que enfrenta o Vasco.

Propaganda

Destaque 5

Abate de bovinos caiu e o de suínos e frangos subiu, diz IBGE

Publicado

em

Resultados preliminares da Estatística da Produção Pecuária, que o IBGE divulgou nesta semana, apontam que o abate de bovinos caiu 1,8% e o de suínos e frangos subiu 6,1% e 2,8%, respectivamente, no último trimestre de 2019, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Já em relação ao terceiro trimestre de 2019, o abate de bovinos reduziu 5,4%, o de frangos caiu 1% e o de suínos subiu 1,5%.

No último trimestre do ano passado, foram abatidas 8,04 milhões de cabeças de bovinos, com uma produção total de 2,08 milhões de toneladas de carcaças, uma alta de 5,1% em relação ao trimestre anterior e de 0,5% em comparação com o quarto trimestre de 2018.

O abate de suínos alcançou 11,87 milhões de cabeças, chegando ao peso acumulado das carcaças de 1,06 milhão toneladas, com altas de 7,8% em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior e de 0,4% em relação ao 3° trimestre de 2019.

Já o abate de frangos chegou a 1,46 bilhão de cabeças, com peso acumulado de 3,36 milhões de toneladas. Na comparação trimestral, o número representou queda de 2,6% e, frente ao último trimestre de 2018, o acréscimo foi de 0,8%.

A aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos que atuam sob inspeção sanitária municipal, estadual ou federal foi de 6,64 bilhões de litros no último trimestre de 2019, uma queda de 0,9% em relação ao mesmo período do ano anterior, mas um aumento de 5,5% com o terceiro trimestre do ano.

Já a produção de ovos de galinha bateu outro recorde ao alcançar 981,54 milhões de dúzias, um crescimento de 1,7% na comparação trimestral e de 4,3% na anual.

A pesquisa mostra ainda que os curtumes que trabalham com, pelo menos, cinco mil unidades inteiras de couro por ano receberam 7,88 milhões de peças no quarto trimestre do ano passado. Essa quantidade foi 12,4% menor na comparação com o mesmo período de 2018 e 8,2% menor do que a registrada no terceiro trimestre do ano passado.

Os dados completos da pesquisa, incluindo o fechamento do ano e os resultados regionais, serão apresentados em 19 de março.

*Com informações da Agência IBGE Notícias.

Continuar lendo

Destaque 5

Mais de 75,7 mil foram atendidos no PS de Rio Branco, em 2019

Publicado

em

O governo de Gladson Cameli considera o Pronto Socorro de Rio Branco a maior unidade de saúde do oeste da Amazônia. O Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), atendeu a pelo menos 75.793 pessoas em 2019, a maioria – 11.364 pacientes – na classificação de alerta amarelo, quando os casos são de gravidade moderada, sem risco imediato.

Em texto publicado em seu portal, a Secretaria de Estado da Saúde diz que desde o início da gestão as obras de ampliação não pararam: 88 novos leitos estão sendo construídos na parte posterior do hospital, numa esforço em que a própria Casa Civil, órgão ligado ao Gabinete do Governador, está engajada, resolvendo problemas pontuais na unidade e eliminando entraves burocráticos com reflexos positivos para a população.

A Sesacre diz que do dia 11 de janeiro e dia 9 de fevereiro não há macas nos corredores, “graças a um esforço coletivo que começou com a colaboração dos médicos da triagem”. Essa situação reduziu as notícias negativas do Huerb.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas