fbpx
Conecte-se agora

Manaus tem o mês de janeiro mais violento dos últimos 5 anos com mais de 100 mortes

Publicado

em

Janeiro foi o mês mais violento dos últimos cinco anos em Manaus. A polícia afirma que há uma guerra entre facções rivais.

Livia Leite Pontes, de 15 anos, e Thiago Gomes da Silva, de 18, foram baleados quando se protegiam da chuva numa lanchonete, em Manaus. Criminosos num carro atiraram contra eles e outros dois amigos, que sobreviveram. Segundo a polícia, Thiago foi confundido com um bandido de uma facção rival. Livia morreu com um tiro na cabeça.

“Minha filha, a minha filha nova. A minha filha tinha tudo pela frente”, chorava a mãe da jovem.

Cenas como esta tem sido comum na periferia da capital. A Polícia Civil do Amazonas contabilizou mais de cem assassinatos em Manaus somente em janeiro. No mesmo período de 2019, foram 69 homicídios registrados. É o mês de janeiro mais violento dos últimos cinco anos.

“Não se aceita tantas perdas de vidas, sejam elas envolvidas ou também, principalmente, as inocentes”, afirma o promotor de justiça Igor Starling Peixoto.

A Secretaria de Segurança Pública diz que as duas principais facções criminosas que atuam no estado estão em guerra, por causa do aumento das apreensões de drogas feitas pela polícia.

“Essa realmente é a linha principal, a apreensão de droga leva a isso aí. Aumentou o crime, mas aumentaram as operações policiais, aumentou a quantidade de policiais na rua”, disse o secretário de Segurança da Amazonas, Louismar Bonates.

Moradores estão com medo.

“Dois grupos de facção, um querendo mandar na área do outro. E é assim que a gente vive, nessa desconfiança de poder sair de casa. E sabendo que nossa vida corre risco por aqui por fora”, disse um morador.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas