Conecte-se agora

Documento transportado pelos Correios molha e estudante não consegue concluir curso

Publicado

em

Sebastião Romero é morador do Jordão, um dos quatro municípios considerados de difícil acesso no Acre. Mesmo assim, preocupado em garantir um futuro melhor, Romero cursa pedagogia, por meio da modalidade EAD (educação a distância). Já está no 5° período, tendo cursado mais de dois anos. Daqui um ano e meio, Romero espera está realizando o sonho de se formar em um curso superior.

Isso, se os Correios permitirem. É que o aluno já está no Estágio Supervisionado do Ensino Fundamental. Ocorre que nessa parte do curso é preciso enviar o estágio para faculdade, que recebe, analisa o material e envia de volta.

Aí começa a dor de cabeça de Romero. As encomendas, depois que os Correios cancelaram o contrato com uma empresa aérea, chegam e saem do Jordão de barco.

O estudante mandou, como determina a faculdade, o estágio para ser analisado. Ocorre que Romero foi surpreendido com a notícia de que o documento nem chegou até a instituição de ensino, que fica localizada no interior de Minas Gerais. O motivo? molhou e não foi entregue.

O mais curioso é que a constatação é dos próprios Correios. Romero foi avisado por meio de um documento do CDD 6 de Agosto em Rio Branco, que afirma que sua encomenda molhou durante o transporte realizado entre Jordão e Tarauacá.

“Estou sendo prejudicado por conta desse atraso todo. Era para eu já ter concluído esse estágio, mas por conta da irresponsabilidade desses Correios não consegui. Eu mandei o documento e chegou lá danificado. Vou ter que mandar outro e vai demorar mais tempo pra retornar ao Jordão”, afirma.

Romero conta que já entrou em contato com os Correios, mas até agora recebeu nenhuma resposta ao se questionamento.

“Esse tipo de descaso acontece desde que cancelaram o contrato com a empresa aérea e somos obrigados mandar encomendas pelo rio”, diz Romero.

Os Correios foram procurados, mas ainda não se pronunciaram.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas