Conecte-se agora

Suspeito de matar homem em bar é morto a tiros na zona rural de Rio Branco

Publicado

em

Aildo de Souza Monteiro, de 49 anos, muito conhecido por moradores na região do Benfica e na região da Estrada Transacreana, por ser um doador de prendas na festa da Cruz Milagrosa, foi morto a tiros no final da tarde desta quarta-feira (29) no Projeto de Assentamento Moreno Maia, na zona rural de Rio Branco.

De acordo com informações de familiares, Aildo estava indo para a sua colônia no assentamento Moreno Maia, quando foi abordado por criminosos armados que o executaram a tiros.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, a vítima estava sendo investigada como o suspeito de ter matado Roberto Iranildo Galvão de Lima, de 23 anos, com dois tiros no dia 15 de dezembro de 2019, no Polo Benfica, em Rio Branco.

Roberto estava bebendo na companhia de “amigos” em um bar, quando começou a discutir com o autor do crime por causa de futebol, que de posse de um revólver calibre 38, efetuou dois tiros que atingiu a vítima no peito e no rosto. Após a ação o criminoso fugiu do local tomando rumo ignorado.

Segundo o Delegado Martins Hessel, coordenador na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a morte de Aildo pode ter ligação com o homicídio de Roberto.

“Aildo respondia por um homicídio na mesma região, por isso, pode ser que tenha ligação, mas como não conseguimos ter acesso ao local, ainda não temos como confirmar isso”, disse o delegado.

O corpo de Monteiro foi transportado por familiares em um trator até a balsa no Benfica já que nem quadriciclos estava trafegando na região, e em seguida o corpo foi encaminhado pelos Agentes ao Instituto Médico Legal (IML) para os devidos procedimentos.

A morte de Aildo será investigada pelos Agentes da DHPP.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas