fbpx
Conecte-se agora

Gladson escolhe restaurante popular para almoçar por R$ 17

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) almoçou na tarde desta quinta-feira, 30, num restaurante situado no bairro João Eduardo, região da Baixada da Sobral, em Rio Branco. Paramentando com um boné do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e uma mochila com estampa do Exército Brasileiro, Cameli cumprimentou os clientes do estabelecimento e logo tratou de se servir. O estabelecimento em que ele e sua equipe pararam para almoçar é conhecido por vender pratos self-service por R$ 17.

Assim que chegou ao restaurante, Gladson cumprimentou todos os clientes que já estavam no local e bateu um papo descontraído com outros. Por lá, ele encontrou uma equipe de policiais militares que também pararam para almoçar, como de costume.

Ao conversar com os clientes, Cameli avisou: “Não é porque sou político não, viu, gente!”, disse em tom de brincadeira. Pouco depois, foi para a parte interna do local para se servir. Alguns eleitores aproveitaram a oportunidade para cumprimentar e também abraçar o governador.

O chefe do Executivo também fez fotos com os funcionários da cozinha do estabelecimento.

 

Propaganda

Destaque 7

Mara Rocha anuncia volta de escritório da Sepa na Transacreana

Publicado

em

A deputada Mara Rocha esteve neste fim de semana conversando com agricultores da Vila Verde, na Estrada Transacreana, em Rio Branco. A ela os produtores rurais reivindicaram melhorias na estrada e nos ramais.

“Na ocasião falamos das nossas ações para ajudar os produtores e reafirmamos o nosso compromisso com os produtores destinando R$ 21,5 milhões para compra de máquinas para o Deracre que trabalharão na melhoria dos ramais”, disse ela, elencando vários benefícios que devem ser realizados na região.

Ela disse que o Governo do Estado atendeu um pedido seu e irá reabrir o escritório da Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa) na Vila Verde.

Continuar lendo

Destaque 7

Acre perdeu 4 km² de floresta em janeiro, mostra boletim do Imazon

Publicado

em

O Imazon divulgou nesta sexta-feira (14) novo boletim sobre o desmatamento na Amazônia com dados de janeiro de 2020, mês em que o Acre perdeu 4 km² de mata nativa. Na comparação entre agosto de 2018 e janeiro de 2019 com agosto de 2019 e janeiro deste ano, o desmatamento no Acre cresceu 104%.

De acordo com o sistema de monitoramento do instituto, a Floresta Amazônica perdeu uma área de 188 km² de mata em janeiro deste ano. No ano passado, janeiro registrou 108 km² de área desmatada na floresta.

Mesmo em janeiro, pico do inverno amazônico, a floresta foi destruída no Acre e a Reserva Extrativista Chico Mendes voltou a figurar entre as unidades de conservação mais atacadas pelo desmate.

No contexto da degradação, neste começo de 2020, segundo o Imazon, a área total de floresta degradada saltou de 11 km², em janeiro do ano passado, para 163 km², em janeiro deste ano. O Mato Grosso liderou o ranking com 78% da degradação na região, seguido de Pará (15%), Rondônia (2%), Roraima (2%), Acre (1%), Amazonas (1%) e Tocantins (1%).

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas