Conecte-se agora

Duarte diz que governo tem colocado a culpa do problema da segurança no judiciário

Publicado

em

Em entrevista ao programa Gazeta Entrevista, o deputado estadual e pré-candidato a prefeitura de Rio Branco, Roberto Duarte (MDB) falou sobre as críticas que têm sido feitas por ele ao sistema de Segurança Pública.

Segundo ele, as críticas que tem feito são todas construtivas. Duarte recordou o caso envolvendo o Governo do Estado e o Governo Federal.

“O Governo do Acre acusa o Governo Federal de ser omisso, acusa a imprensa de divulgar que os crimes são maiores do que acontece, olha o absurdo! coloca a culpa em vários outras pessoas (grupos políticos). Quando é que vão assumir a sua responsabilidade?”, questionou

Duarte lembra que apesar das drogas e armas entrarem pelas fronteiras a grande maioria dos crimes acontecem dentro das cidades.

“Onde é que os crimes estão acontecendo? Lá na fronteira ou aqui dentro? Pode ser resultado da fronteira? Pode, mas os crimes estão ocorrendo aqui dentro (Estado)”, criticou.

O emedebista disse que o déficit da Polícia Militar e da Polícia Civil  é gigantesco e citou que a academia de polícia formou agentes, porém até o momento não foram convocados.

“Nós temos um compromisso de campanha assinado pelo governador e o vice com as pessoas que participaram das comissões de Cadastro de Reserva da PC e da PM, que passaram no último concurso. E nós estamos cobrando que eles façam a convocação desses policiais”, argumentou.

Em outro trecho, Duarte disse que o Governo vem colocado a culpa ao judiciário.

“Isso é inadmissível. Teve uma nota da Asmac (Associação dos Magistrados do Acre), em que eles colocam que está em aberto mais de 3 mil mandados de prisão. E aí nós temos outra versão da polícia que prende e a justiça solta na audiência de custódia. Para o cidadão ser preso e mantido na prisão, existem critérios que o judiciário tem que respeitar e quem determina é a lei. Se ele for solto, é porque ele não apresentou os requisitos da prisão preventiva ou também da prisão em flagrantes. Existe casos de soltura na audiência de custódia? Sim, mas também existe a manutenção da prisão na audiência de custódia. Quem conduz o inquérito é a polícia civil, se ela leva elemento suficiente, o juiz mantem a prisão”, alegou.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas