Conecte-se agora

Padre, Pastor e Mãe de Santo conduzem culto ecumênico juntos em Rio Branco

Publicado

em

Há quase uma semana a Paróquia São Sebastião, localizada no bairro Aviário, em Rio Branco, foi palco de mais um culto ecumênico entre os muitos que já ocorreram por lá. Só que desta vez, a celebração para formatura de uma nova turma de psicólogos do Centro Universitário Uninorte foi bem diferente e emocionou a todos que assistiram. Um padre, um pastor e uma Mãe de Santo conduziram a cerimônia juntos. Um verdadeiro marco na vida de cada um que presenciou a cena.

Para muitos, um dos momentos mais lindos já vistos pessoalmente. De braços dados, os três líderes de diferentes denominações religiosas entraram na Paróquia demonstrando respeito uns com os outros e desejaram votos de sucesso e felicidade aos formandos. A ideia de reunir um representante católico, evangélico e da umbanda partiu dos próprios universitários.

Dyana Oliveira é umbandista e uma das alunas formadas. Ela diz que ao tomarem conhecimento de como funciona a realização do culto, souberam que poderiam levar, além da presença de um padre e de um pastor, outro líder espiritual. Foi aí que os colegas, sabendo de seu credo, propuseram que ela levasse sua representante.

“Foi um momento muito importante em relação a tudo que estamos vivendo, foi a quebra de barreiras, a desmistificação de preconceitos”. Ela afirma que ver os três entrando de mãos dadas “foi um grande aprendizado de que o amor e o respeito é maior que tudo”. Para Dyana, o momento marcou uma história. Os familiares que estavam presentes ouviram e acolheram com respeito e atenção os três líderes de maneira igual, sem distinção.

Francisca Maia está na umbanda há cerca de 20 anos e há seis anos é Mãe de Santo na Tenda Luz da Vida. Foi ela quem também celebrou o culto ao lado do Padre Jorge e do Pastor José de Lima. “Tenho uma filha de Santo que frequenta nossa tenda e foi uma das formandas e surgiu o convite de levar outro dogma religioso. Aceitei o convite e não esperávamos que ia ter tanta repercussão”, explica Maia.

Os líderes religiosos não se conheciam, mas prontamente aceitaram o encontro. Para ela, uma forma diferente de demonstração de respeito. O Pastor José de Lima disse que “foi uma dividir o espaço com todos naquele momento”. Francisca Maia afirma: “Eles [padre e pastor] me receberam muito bem. Somos uma sementinha brotando, foi maravilhoso, somos a pluralidade”. A Mãe de Santo lamenta que ainda existam olhares estranhos à sua religião, mas comemora o feito. “Nunca situação parecida. Foi um marco e que a gente possa estar juntos novamente, pois somos apenas de religiões diferentes. Todos os dogmas religiosos são iguais, apenas plurais”, diz a Mãe de Santo.

Os novos psicólogos garantem que foi motivo de muita alegria saber todos da turma abraçaram com carinho o culto ecumênico, respeitando a diferença entre os alunos. “Acolhendo com respeito quem se dispões em celebrar esse momento tão importante para nós. A palavra é gratidão”, disseram, ressaltando o respeito para com todas as crenças.

“Dentro do consultório, a religião do terapeuta não deve nunca ser mais importante que a religião do paciente, mesmo que ele não tenha nenhuma. A psicologia deve sempre permanecer Laica e para todos”, explicam. Eles ainda se orgulham ao ver que, apesar de retrocessos, a humanidade caminha rumo à tolerância. “Que esse exemplo contagie mentes e corações sobre o sentimento e atitude que deve ser a base das nossas relações: respeito. Que a psicologia, a medicina, a comunicação, o direito, o Estado sejam sempre laicos”, reiteram.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas