fbpx
Conecte-se agora

Gladson Cameli diz que está movimentando a “máquina” para dar respostas à população acreana

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) reuniu seus principais secretários de estado para conceder uma entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (27). A ideia era colocar “em pratos limpos” as situações delicadas que envolvem a segurança pública, a saúde e a educação, tendo em vista os episódios dos últimos dias, bem como o que o Executivo vem fazendo para sanar os problemas verificados.

Gladson fez questão de afirmar que acontecimentos negativos não estão acima das leis do estado e que sua equipe vem movimentando a “máquina” para dar resposta à sociedade. Segundo ele, sua gestão vem tentando cumprir com o que foi falado no período eleitoral. “Nosso planejamento tem sido alcançado, mas acabam criando discussões desnecessárias e eu não entendo”, ele citou a doação dos uniformes aos alunos da rede pública estadual, que acabou gerando elogios, mas também críticas de opositores.

De acordo com Cameli, o objetivo agora é “despolitizar essas áreas [segurança, saúde e educação]. A ordem é essa”, disse. “A responsabilidade é minha, não adianta querer passar a mão na cabeça de quem não quer trabalhar que eu não vou fazer”, explicou. Ele disse reconhecer que a segurança, por exemplo, tem seus problemas, mas que está trabalhando para resolvê-los. “Problemas nós temos, mas não estamos de braços cruzados”, garante.

O governador ressaltou a viagem que fez aos Estados Unidos onde participou de uma feira de armamento. Segundo ele, cerca de 5,9 milhões serão investidos na renovação de armas e equipamentos de inteligência na segurança do estado.

“Estão todos empenhados para criar condições para que o povo tenha seu direito de ir e vir. Estamos reestruturando nossa segurança pública”, disse Cameli, elencando os avanços já feitos em sua gestão. O governador acredita que o trabalho que vem sendo feito precisa ser triplicado. “Inclusive a parte do governo federal”, salientou.

A criação de um gabinete de gestão de crise para a segurança, novos procedimentos operacionais, convocação próxima de novos policiais e a compra de novas armas e equipamentos de inteligência são a esperança para que a sensação de segurança exista.

“Sabemos que o desafio é muito maior. Temos muito o que fazer e o estado precisa do apoio de todos. Não podemos deixar que situações como essas se sobressaiam acima do estado. As providências que o sistema está adotando visa dar essa sensação de segurança para a sociedade”, afirmou.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas