fbpx
Conecte-se agora

Preso que engoliu celular pode passar por cirurgia para retirada do aparelho

Publicado

em

Um dos presos pegos com um celular no estômago durante revista por scanner corporal na Unidade Penitenciária Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, passou a noite com o aparelho dentro do corpo e teve de ser transferido para Rio Branco. Nesta quinta-feira, 23, ele deve ser avaliado por uma equipe médica para decidir se ele deverá passar por cirurgia para retirada do aparelho.

Em entrevista ao G1 Acre, o diretor da unidade, Denis Araújo, explicou que o outro detento conseguiu expelir o aparelho através do vômito. A situação se torna inusitada porque geralmente os presos costumam envolver o celular em algum material, que facilita a remoção. Mas nestes dois casos, os aparelhos foram ingeridos sem nenhum tipo de proteção.

Para os agentes penais, os aparelhos conseguiram adentrar o presídio após serem jogados sobre os muros da unidade, localizada na região urbana da cidade. O reeducando que conseguiu “vomitar” o celular vai sofrer punição de dez dias e um procedimento administrativo vai ser instaurado para apurar o caso.

O outro que foi transferido para avaliação médica em Rio Branco ficará de sanção, ainda deve ser aberto uma sindicância e ele pode pegar até mais 20 dias de corretivo – onde fica isolado e perde o direito a visitas e banho de sol.

Com informações do G1/Acre




Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas