Conecte-se agora

Polícia diz que acreana sofreu “estupro virtual”; acusados foram presos em MG e PE

Publicado

em

Na manhã desta quarta-feira (22), a Polícia Civil do Estado do Acre informou que uma acreana que não teve a sua identidade revelada, vinha sofrendo estupro virtual desde 2019, e que dois suspeitos de participação no crime foram presos em outros estado da federação.

O delegado Nilton Boscaro, explicou que o autor da prática teria feito vítimas Brasil a fora. “O principal acusado está nesse exato momento na delegacia de Pernambuco prestando esclarecimentos”, concluiu.

A delegada Juliana D’Angelis, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), falou sobre o caso em coletiva na sede da Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira (22).

“São crimes que estão se tornando comum nesse mundo de redes sociais. Uma vítima procurou a Polícia Civil para dizer que estava sendo coagida a praticar atos sexuais. A partir de então, foi instalado um inquérito policial, e todas as diligências foram tomadas e que culminou na operação conjunta com os Estados de Pernambuco e de Minas Gerais”, afirmou.

O delegado Nilton Boscaro alertou aqueles que costumam trocar mensagens sexuais com desconhecidos.

“Ele adicionou a vítima no Facebook, e aos poucos foi enviado videos de roupas íntimas para encorajá-la a enviar vídeos também. Posteriormente, ela enviou vídeos. Logo depois, ele exigiu que ela enviasse nudes. Com os vídeos salvos, ele deflagrou o golpe e começou a ameaçá-la, exigindo dinheiro para não divulgar o conteúdo nas redes sociais.

Abalada psicologicamente, a vítima teria tentado até em suicídio.

“A vítima chegou a ser hospitalizada e o sujeito como não conseguiu mais contato, acabou divulgando alguns videos. Graças ao trabalho, em conjunto com o Ministério da Segurança Pública e o laboratório de crimes cibernéticos, conseguimos localizar as residências de onde estavam saindo a conexão de internet e nesta quarta-feira (22), com o apoio da Polícia Civil de Minas Gerais e de Pernambuco, foram presas duas pessoas. O alvo de pernambuco, era o principal suspeito”.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas