Conecte-se agora

Uber lança em Rio Branco ferramenta para identificar paradas inesperadas ou longas 

Publicado

em

Denominada U-Ajuda, a tecnologia detecta uma parada não prevista e pode iniciar uma checagem de forma automática, mostrando os recursos de segurança do app

A partir das próximas semanas,  motoristas parceiros e usuários da Uber em Rio Branco passam a contar com mais uma camada de segurança exclusiva no aplicativo da Uber. A ferramenta, denominada U-Ajuda, poderá identificar eventos raros, como uma parada longa e não prevista na rota. Se um evento desse tipo for detectado, o próprio sistema pode iniciar automaticamente uma checagem, enviando uma mensagem para o motorista parceiro e o usuário direcionando-os às ferramentas de segurança do aplicativo, como ligar para a polícia, compartilhar a viagem ou até mesmo abrir um contato com a central de atendimento da Uber para casos não urgentes.

A nova ferramenta faz parte de uma série de novos recursos e iniciativas voltadas à segurança anunciadas durante o evento global da empresa sobre o tema, realizado em São Paulo no mês de novembro. Ela utiliza o poder do GPS e de outros sensores no smartphone, e começará a ser testada em 21 de Janeiro de 2020. Veja como o U-Ajuda funciona para motoristas e para usuários.

“A nossa visão é que a tecnologia pode ajudar a melhorar a segurança de todos que desejam se locomover. Acreditamos que toda viagem deve ser tranquila, mas também sabemos que imprevistos acontecem. É para eles que desenvolvemos o U-Ajuda, que permite esse acesso rápido à ferramentas que lançamos nos últimos anos como ligar diretamente para a polícia ou compartilhar a viagem”, explicou Marcello Azambuja, diretor do Tech Center da Uber no Brasil.

Outros recursos anunciados pela Uber para 2020:

U-Áudio (Gravação de áudio) – Motoristas parceiros e usuários passarão a ter a opção de gravar o áudio de uma viagem por meio de um botão na Central de Segurança do app, antes ou durante a viagem, em algumas regiões. Concluída a viagem, se desejarem informar algum problema, podem encaminhar o arquivo de áudio para a Uber. O conteúdo, criptografado, fica armazenado no telefone de quem efetuar a gravação, mas só a Uber tem acesso – se o arquivo for compartilhado com a empresa. O arquivo enviado ao suporte em caso de necessidade pode ser utilizado em investigações ou compartilhado com as autoridades, nos termos da lei.

Verificação de documentos – Com o objetivo de prevenir que pessoas mal intencionadas usem o aplicativo, a Uber começou a implementar um projeto-piloto do Doc Scan no Chile. Por meio dele, usuários que não adicionarem meios de pagamento digitais no cadastro ou antes de realizar uma viagem serão solicitados a submeter um documento de identificação, que terá dados e autenticidade verificados. O recurso chega ao Brasil ainda esse ano.

U-Selfie (Selfie com movimento) – Além da selfie que os motoristas parceiros já fazem de tempos em tempos para ficar online, o recurso para verificação de identidade do motorista em tempo real passa a solicitar que alguns movimentos sejam realizados – como piscar, sorrir, virar o rosto. Isso trará mais uma camada de segurança e permitirá verificar que o motorista é aquele que se cadastrou no aplicativo. É uma ferramenta voltada à prevenção de fraudes e à proteção da integridade da conta dos motoristas parceiros.

U-Código (Verifique sua viagem: Senha, Ultrassom) – Um avanço exclusivo na ferramenta que recomenda ao usuário conferir as informações para ter certeza de que está entrando no carro certo. O usuário poderá optar por receber uma senha de quatro dígitos, que deve ser dita ao motorista para que ele consiga iniciar a viagem no aplicativo. Além disso, a Uber anunciou que está trabalhando com tecnologias avançadas que usam ultrassom para transmitir automaticamente a senha. No futuro, os números recebidos pelo usuário passarão automaticamente pelo aparelho do motorista, e o usuário vai receber uma confirmação no seu celular (como uma vibração).

Relato de problemas durante a viagem – Permite ao usuário denunciar um problema ainda durante o trajeto da viagem, tal como direção imprudente. Depois da viagem encerrada, ele receberá contato do time de suporte para mais informações e encaminhamento da reclamação. Caso o usuário e o motorista parceiro se avaliem com uma estrela, eles não farão mais viagens juntos na plataforma da Uber.

Sobre a Uber

A missão da Uber é criar oportunidades através do movimento. Começamos em 2010 para resolver um problema simples: como fazer uma viagem com o apertar de um botão? Mais de 10 bilhões de viagens depois, desenvolvemos produtos que aproximam as pessoas do seu destino, usando tecnologia. Ao mudar a maneira como as pessoas, alimentos e objetos se movem pelas cidades, a Uber é uma plataforma que abre o mundo para novas possibilidades.

Para mais informações:

press@uber.com  | uber@idealhks.com

 

video

Anúncios

Cotidiano

Mais de 20 entidades e 2 mil pessoas recebem doações de projeto em Rio Branco

Publicado

em

Entidades sociais receberam no início desta semana, cerca de 2.340 kg de arroz doados pelo projeto Fome de Música, idealizado pelo Sesc Distrito Federal e que realizou lives com artistas da música brasileira em todo o país pelo Programa Mesa Brasil do Sesc.

Foram beneficiadas 21 Instituições e mais de 2.000 pessoas, contribuindo para a promoção da cidadania e a melhoria da qualidade de vida daqueles em situação de pobreza, em uma perspectiva de inclusão social.

Para a coordenadora no Mesa Brasil do Sesc no Acre, Marizete Melo, o trabalho do Mesa Brasil é o ano inteiro. “Este trabalho Social ocorre sistematicamente, durante todo o ano, e se intensifica em momentos como o este estamos vivendo como a pandemia por exemplo”, disse.

O projeto objetiva acabar com a fome no Brasil, por meio de uma tecnologia social que une artistas, produtoras, shows, festas e festivais e principalmente vocês, o público, para arrecadar e destinar alimentos para quem precisa.

Continuar lendo

Cotidiano

Ex da filha de Valdemiro Santiago juntou R$ 800 milhões antes de separação

Publicado

em

Por

Apastora Raquel Santiago, filha do apóstolo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, se separou de seu marido Felipe Iannie Pires no mês passado. O processo de separação segue em segredo de justiça.

Segundo fontes da coluna Leo Dias, o ex-marido juntou R$ 800 milhões de antes de se separar da pastora. A filha mais velha de Valdemiro se envolveu, recentemente, em uma polêmica envolvendo o casamento, já que estaria sendo acusada de trair Filipe Iannie com o assessor do pai — também seria ex de sua irmã.

Circularam pelas redes sociais imagens íntimas que supostamente seriam da pastora conversando com o amante e um áudio atribuído ao seu cunhado fazendo a denúncia. Parece que o mar não está para pastores. Além das tretas familiares, Valdemiro pode ser tirado da TV pelo novo canal Loading e a arrecadação da igreja desabou em 2020, com as finanças da família passando por uma crise com várias penhoras de credores.

Fonte: Metrópoles 

Continuar lendo

Cotidiano

ANTT faz recomendações ao transporte interestadual e internacional de passageiros

Publicado

em

Foto: Rovena Rosa 

A Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) publicou nesta quinta-feira (26) portaria que dispõe sobre as medidas a serem adotadas, no âmbito dos serviços de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros, para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da Covid-19.

As empresas devem adotar cuidados para prevenção da propagação do vírus entre os passageiros no interior dos veículos, observadas normas de órgãos competentes.

Devem também instruir, a cada viagem, os passageiros acerca das medidas básicas sobre higienização e cuidados a serem adotadas para prevenção contra a Covid-19, disponíveis no site do Ministério da Saúde e da ANTT.

Entre outros pontos, as empresas operadoras poderão adotar estratégias de modo a minimizar o contato entre os passageiros no veículo.

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-n-5.917-de-24-de-novembro-de-2020-290332234

Continuar lendo

Cotidiano

TSE se manifesta sobre vídeo em seção eleitoral no primeiro turno em Rio Branco

Publicado

em

O Tribunal Superior Eleitoral emitiu nota esclarecendo o conteúdo de um vídeo que mostra suposta divergência de dados ocorrida na seção eleitoral 386 no 1º turno das eleições em Rio Branco.

“No aplicativo Resultados, mostrado em um aparelho de celular, a zona eleitoral informada é a de número 9, mas o boletim de urna reflete dados da zona de número 1. Por isso, há a divergência de informações”, diz o TSE.

Assim, o que houve foi a comparação de dados obtidos em locais diferentes.

Veja a nota:

Nota de esclarecimento sobre vídeo que aponta divergência entre boletim de urna e aplicativo do TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informa que é falso o vídeo que circula nas redes sociais (Twitter, Facebook e Instagram) em que eleitores tentam demonstrar suposta fraude ocorrida na Seção Eleitoral 386, na cidade de Rio Branco (AC).

O vídeo faz uma comparação entre dados obtidos de zonas eleitorais diferentes. No aplicativo Resultados, mostrado em um aparelho de celular, a zona eleitoral informada é a de número 9, mas o boletim de urna reflete dados da zona de número 1. Por isso, há a divergência de informações. Houve, portanto, comparação de dados de locais diferentes de votação.

No vídeo, é feita comparação entre os dados do boletim de urna, documento que é impresso no final do dia das eleições em todas as seções eleitorais com todos os votos computados na urna eletrônica, e os números indicados por meio do aplicativo Resultados, do TSE. A alegação dos produtores do vídeo é de que o aplicativo não mostraria corretamente os votos recebidos por alguns candidatos, o que estaria explícito no boletim de urna.

É importante salientar que toda a apuração dos votos é conferível e auditável. Antes de iniciar a votação, o presidente da mesa receptora de votos liga a urna eletrônica, na frente dos mesários e fiscais de partidos políticos, e emite o relatório da zerésima, um documento que mostra que não houve nenhum voto computado naquele equipamento. Depois da votação, a urna emite um comprovante impresso chamado Boletim de Urna (BU), com a quantidade de votos a cada candidato. Os boletins são impressos em cinco vias e entregues a partidos. Além disso, é possível pedir acesso ao juiz da respectiva zona eleitoral. Os dados podem ser conferidos no site do TSE.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas