Conecte-se agora

Residência Médica da Fundhacre: prova escrita será realizada nesta terça-feira (21)

Publicado

em

Os inscritos no Programa de Residência Médica da Fundação Hospital do Acre, deverão ficar atentos, pois a prova escrita será aplicada nesta terça-feira, 21. A Comissão de Residência Médica do Estado Acre (Coreme), divulgou ainda a retificação da data de realização das entrevistas.

O Programa de Residência Médica existe há vários anos e foi responsável pela formação de mais de 450 médicos especialista em todo o Acre. Segundo o coordenador do Coreme, Thadeu Moura, o programa é fundamental para a atuação de médicos especialistas no Estado.

Ainda, segundo Thadeu Moura, são 45 vagas nas diferentes especialidades como anestesia, cirurgia, infectologia, clínica médica, ortopedia, pediatria, entre outros. “Esses médicos passam dois ou três anos de sua formação se qualificando na especialidade que gosta”, explicou Moura.

“A presença do médico residente dos hospitais e unidades de saúde em todo o estado promove a melhoria e qualidade no serviço prestado”, disse Thadeu Moura. Ele considera ainda a importância e excelência desses profissionais que se destacam em hospitais e outras regiões do país.

Na prova, os candidatos deverão mostrar concentração ao responderem as cercas de 100 alternativas de múltipla escolha. Deverão ainda estarem preparados para a entrevista e análise de currículo na quarta-feira, 22.

Hoje o Coreme oferece um total de 145 vagas para médicos residentes, sendo que, atualmente, existem 85 médicos residentes em atuação na Fundhacre.

Para mais informações os interessados podem entrar em contato pelo telefone: (68) 3226-3383, em dias úteis, no horário das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas.

O e-mail para contato é: coreme.acre.concursos@gmail.com.

Saiba mais: http://portal.mec.gov.br/residencias-em-saude/residencia-medica.

 

Anúncios

Cotidiano

Funai divulga edital de cadastro de reserva para estudantes de nível médio e superior

Publicado

em

A Fundação Nacional do Índio (Funai) publicou nesta quarta-feira (28) edital para cadastro de reserva de estagiários de nível médio e superior em suas unidades espalhadas pelo País. Os candidatos tem de ser estudantes.

As inscrições serão realizadas gratuita e exclusivamente no site da Super Estágios por meio do sítio eletrônico www.superestagios.com.br. Além de outras ajudas, a jornada de 4h diárias e 20h semanais terá direito à bolsa estágio no valor de R$ 787,98 para nível superior e nível médio R$ 486,05.

Para o Acre, o edital informa que o cadastro de reserva estará aberto a técnicos em informática, administração, gestão pública, recursos humanos, secretariado executivo e direito, os quais, se chamados atuarão em unidades de Rio Branco, Cruzeiro do Sul e na Frente de Proteção Etnoambiental Envira.

O estágio visa proporcionar a complementação do ensino e aprendizagem dos alunos vinculados a instituições públicas e privadas, constituindo-se em instrumento de integração em termos de aperfeiçoamento técnico, cultural, científico e de relacionamento humano.

Acesso edital: https://www.in.gov.br/web/dou/-/edital-n-2/dages/2020/seagap/cggp/dages-funai-285421710

Continuar lendo

Cotidiano

No Acre, dois médicos morreram atuando na linha de frente da Covid-19

Publicado

em

Ao longo desta pandemia da Covid-19, 375 médicos morreram em todos os Estados em atuação desde que a doença chegou ao Brasil. Para homenagear esses médicos e médicas, que partiram de forma abrupta, deixando familiares, amigos e pacientes órfãos, o Conselho Federal de Medicina (CFM) criou um memorial virtual que ao mesmo tempo faz uma homenagem a essas trajetórias e dimensiona as perdas causadas pela doença nesse segmento específico.

No Acre, o memorial lembra que foram dois os médicos mortos pela doença.

Vários desses profissionais foram contaminados atuando na linha de frente contra o novo coronavírus. Independentemente de onde houve o contágio, todos cumpriram em vida a nobre função de oferecer cuidados que aliviam o sofrimento e podem levar à cura. Mais do que números, eles eram homens e mulheres que expressaram em cada dia de existência seu amor pela profissão.

O trabalho realizado ao longo dos últimos meses, com base em informações repassadas por conselhos regionais de medicina, sindicatos médicos, sociedades de especialidades, secretarias estaduais e municipais de saúde e publicados pela imprensa, registra esse momento ímpar da história da medicina no Brasil e resgata o elemento humano daqueles que partiram.

No memorial, eles não são tratados como números, mas como donos de trajetórias ímpares, relatando um pouco de suas caminhadas. “Esta é uma homenagem do CFM e dos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) para eternizar àqueles que dedicaram sua vida aos outros. Por trás das máscaras e do equipamento de proteção existiam mais do que grandes médicos, existiam pessoas de uma coragem tão enorme quanto sua vontade de ajudar”, cita a mensagem de abertura.

Continuar lendo

Cotidiano

MP quer agilizar reabertura de escolas no Acre com capacitação e biossegurança

Publicado

em

O Ministério Público fez as contas: já são 32 semanas sem atividades nas escolas do Acre. A situação preocupa ao ponto de o promotor Glauco Oshiro intensificar as conversas com os órgãos de saúde coletiva visando a retomada das aulas presenciais.

O promotor ressalva que é importante o engajamento da comunidade escolar nos preparativos de um ambiente seguro e saudável. “Falar sobre retorno das aulas, não quer dizer que vai haver o retorno, mas sim trabalhar com as condições que essas escolas oferecem”.

“Nós estamos conversando com as vigilâncias, do Município e do Estado, afim de promover uma capacitação das comunidades escolares para preparar um possível retorno, para que as escolas possam trabalham junto à comunidade escolar, trabalhadores, alunos, pais e responsáveis sobre todas as condições de biossegurança e proporcionar um ambiente saudável a todos alunos”, finalizou Glaucio Oshiro.

As escolas particulares também estão recebendo as visitas do MPAC e da Vigilância Sanitária, a atividade nesses estabelecimentos ocorre desde a semana passada e deve se estender até a próxima semana.

Continuar lendo

Cotidiano

Representantes do setor produtivo elogiam ampliação do limite do Simples Nacional

Publicado

em

O presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, Leandro Domingos, e o vice-presidente do Sistema Fecomércio/AC e superintendente do Sebrae no Acre, Marcos Lameira, estiveram na manhã desta terça-feira, 27, no anúncio proferido pelo Governo do Estado quanto à adesão ao limite de R$ 3,6 milhões do Simples Nacional e o aumento do parcelamento em até 60 meses para todas as empresas a partir de janeiro de 2021. Com a mudança, aproximadamente 37,2 mil empreendimentos acreanos serão beneficiados.

Atualmente, o valor do sublimite estadual do simples nacional é de R$ 1,8 milhões e, com a medida, fim do sublimite, microempresas e empresas de pequeno porte terão a oportunidade de aumentar o fluxo de caixa. A estimativa é que a medida traga estímulos aos investimentos empresariais, além de geração de mais empregos no Acre.

De acordo com o presidente do Sistema Fecomércio/AC, Leandro Domingos, entende-se que com o aumento da faixa de faturamento exista um diferencial positivo na maneira em como são pensadas as políticas públicas. “A Federação do Comércio continua com seu esforço na defesa de todo o comércio de Bens, Serviços e Turismo, na busca constante de sua proteção e desenvolvimento, ao mesmo tempo em que agradece ao governador Gladson Cameli pela sensibilidade dedicada ao desenvolvimento do setor produtivo acreano”, disse.

O vice-presidente do Sistema Fecomércio/AC e superintendente do Sebrae no Acre, Marcos Lameira, afirmou que a data é muito feliz para todos os empresários. “Esta é a possibilidade que as empresas têm de crescer e não ter qualquer pensamento de ilegalidade. Não existirá prejuízo por parte do governo do Estado. É preciso buscar cada vez mais que aqueles que estão na informalidade se formalizem”, explicou.

Segundo o governador do Acre, Gladson Cameli, a ideia de desburocratizar ajuda e muito na retomada do setor produtivo no Estado. “Queremos gerar emprego e renda, melhorar a economia e fazer com que haja fluxo no caixa”, explicou.

O Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicáveis às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, previsto na lei complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006. Abrange a participação de todos os entes federados (União, estados, Distrito Federal e municípios).

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas