Conecte-se agora

Falha humana pode ter causado acidente entre Helicóptero Harpia 1 e caminhão na BR-364

Publicado

em

Aproximação descuidada do caminhão ocorreu pela falta de isolamento da área de decolagem. Comandante do Harpia 1 deveria ter solicitado apoio terrestre para maior segurança da sua tripulação e de civis que filmavam todo procedimento.

O acidente que envolveu o helicóptero Harpia 1, do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPER) da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Acre com um caminhão que passava ao lado da aeronave em rotatória da BR-364, ocorrido ontem (18) na zona urbana de Rio Branco, pode ter acontecido pela falta de um procedimento simples que orientam ações de solo e elevam a segurança da decolagem de uma aeronave de asas rotativas.

O assunto desde ontem é o mais debatido pelas redes sociais envolvendo internautas leigos e operadores de aviação de todo o Brasil. A pergunta mais frequente: o que um helicóptero fazia estacionado em via pública, foi respondida em nota oficial da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública. Segundo o documento, o Harpia 1 participava de uma operação policial na região do Segundo Distrito de Rio Branco, posicionado em local estratégico para atender ocorrências em qualquer bairro do perímetro.

Até aí tudo bem, segundo o Manual de Operações que a reportagem teve acesso, uma aeronave militar ou policial pode decolar e pousar em locais estratégicos durante operações de segurança. No caso em investigação, como existia a presença de pessoas (público), era necessário a autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para pouso e decolagem.

Em nota, o secretário em exercício da SEJUSP, coronel Ricardo Brandão, não informou se havia autorização da ANAC para as operações “Fecha Fronteira” com o helicóptero Harpia 1 que pertence ao Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER). Para tais procedimentos, uma série de regras de aviação civil devem estar presentes durante pousos e decolagens.

O acidente com o Harpia 1 ocorreu quando a aeronave estava com seu motor ativo, com o rotor e as pás girando, uma dessas pás colidiu com o caminhão na rotatória. Segundo especialistas que foram procurados pela reportagem, neste caso, o comandante da aeronave deveria ter solicitado apoio terrestre para proceder tanto o pouso, como a decolagem em situação de estresse.

“Nessas operações existe um grande risco porque a aeronave expõe o público, tem que existir o adequado apoio as atividades de pouso e decolagem, sendo necessário o apoio terrestre para maior segurança” disse um especialista em aviação civil que pediu para não ter seu nome revelado.

Ainda de acordo o especialista, o procedimento é simples e de total responsabilidade do comandante da aeronave. Em nota a SEJUSP informou que todos os envolvidos no acidente passam bem, dos quais, dois tripulantes [de nomes não informados] que sofreram escoriações foram enviados para hospitais públicos.

Uma olhada no manual de operações para aeronaves de asas rotativas deixa claro que uma série de procedimentos deixaram de ser observados, e não apenas o isolamento da área de decolagem que deveria acontecer com apoio terrestre.

O momento do acidente – Observa-se em vídeos que circulam na internet que, de fato, havia um tripulante da aeronave realizando o procedimento de segurança, “mas, este tripulante que parece ser um atirador de elite, sobe no veículo antes da decolagem, deixando o fluxo de veículos livre”, acrescenta o especialista.

A falta de balizamento total do espaço auxiliando a guarnição aérea ocasionou a aproximação descuidada do caminhão que colidiu com uma das pás do helicóptero provocando o acidente. “Como existia civis (pessoas) no local, muito deles filmando o evento, o risco de mortes foi muito elevado” concluiu o especialista.

Com a colisão, partículas da estrutura do caminhão e do próprio helicóptero foram lançadas na pista causando um enorme risco a população que estava no local, muitos filmando a decolagem.

Caberá a Agencia de Aviação Civil (ANAC) e o Serviço Regional de Investigação, Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 7) os procedimentos que devem esclarecer as causas do acidente. Segundo a SEJUSP cabe somente a esses dois órgãos as declarações daqui pra frente.

Anúncios

Acre

Após suspensão de visitas, presos tentam nova fuga em massa

Publicado

em

Uma nova tentativa de fuga em massa foi registrada no Complexo Penitenciário de Rio Branco neste sábado, em Rio Branco. Ao menos 11 presos, sendo 3 do pavilhão “B” da Unidade de Recolhimento Provisório, tiveram a tentativa de fuga frustrada por policiais penais do Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN).

De acordo com a direção da unidade, a equipe de plantão foi acionada pelos policiais que fazem a monitoração por vídeo, que perceberam a movimentação estranha no solário do pavilhão B. No local se encontravam três presos da cela 5 que haviam saído por meio de um buraco feito no forro.

A ação rápida dos policiais possibilitou a captura dos detentos antes que estes alcançassem a área externa do pavilhão.

Os 11 presos da cela 5 do pavilhão “B” foram conduzidos ao isolamento preventivo e responderão a procedimento disciplinar para apurar a falta cometida.

Continuar lendo

Acre 01

Acusado de matar garota de programa estrangulada é preso no Tancredo Neves

Publicado

em

A Polícia Civil por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriu um mandado de prisão e prendeu na manhã deste sábado, 26, o foragido Rodrigo Duarte Gomes, principal suspeito de matar estrangulada a garota de programa identificada como Rosiane Martins Cavalcante, de 26 anos, mais conhecida pelo nome social de Vitória Ramos. Ela foi encontrada despida com o corpo em estado de decomposição na manhã do dia 06 de setembro, dentro de uma cisterna numa residência localizada na rua JK, no bairro Vitória em Rio Branco.

As primeiras investigações foram realizadas ainda no local do crime, sendo possível coletar vários elementos que demonstravam como os fatos aconteceram. A prisão do foragido aconteceu durante uma operação nos bairros Tancredo Neves e Jarbas Passarinho na capital, onde foi recuperado vários objetos da vítima.

Segundo informações da polícia, Rodrigo estava foragido da polícia desde o dia 10 de maio deste ano, quando três detentos fizeram um buraco na parede da cela 16 do pavilhão “P” do presídio Francisco de Oliveira Conde. Durante a fuga, dois detentos foram presos e somente Rodrigo conseguiu fugir.

O criminoso foi encaminhado a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e voltará a penitenciária.

Entenda o caso

A Polícia Militar foi acionada e quando chegaram ao local encontraram Vitória sem roupa e com marcas de asfixia mecânica. A vítima foi estrangulada por um fio elétrico e em seguida jogada na cisterna que estava sem água.

Ainda de acordo com a polícia, Vitória Ramos estava morando com um foragido da justiça, que não aceitava a condição de garota de programa da companheira. Segundo a família, a última vez que Rosiane foi vista, foi na última sexta-feira, dia 04 de setembro.

Continuar lendo

Cotidiano

Colisão entre carro e moto deixa motociclista ferido na Avenida Ceará

Publicado

em

Uma colisão ocorrida entre um carro e uma motocicleta deixou o motociclista Carmilson Tenoro Guimarães, de 30 anos, ferido na tarde deste sábado, 26, na Avenida Ceará, próximo a Delegacia de Flagrantes, em Rio Branco.

De acordo com informações de populares que presenciaram o acidente, Carmilson estava trafegando na moto quando, ao cruzar a Avenida Ceará com a rua Osmar Sabino, colidiu com um veículo. Com o impacto, Carmilson foi arremessado, bateu a cabeça no asfalto e desmaiou. O condutor do carro permaneceu no local.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e conduziram o motociclista ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável. Segundo o médico do SAMU, o paciente sofreu trauma no abdômen e tórax e uma fratura no pé.

Policiais Militares do Batalhão de Trânsito (BPTran) estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos de perícia. A moto foi removida e encaminhada ao pátio do Departamento de Trânsito.

Continuar lendo

Acre 01

Mais duas mortes e 149 casos de Covid-19 são registrados no Acre neste sábado

Publicado

em

Foto: Júnior Aguiar - Secom

O Acre registrou neste sábado, 26, 149 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus. Assim, o número de infectados subiu de 27.710 para 27.859, nas últimas 24 horas.

Segundo o Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), mais 2 óbitos foram registrados, 1 do sexo masculino e 1 do sexo feminino, ambos moradores de Rio Branco, fazendo com que o número oficial de mortos pela doença suba para 656 em todo o estado.

O Acre, até o momento, registra 71.451 notificações de contaminação pela doença, sendo que 43.587 casos foram descartados. Cinco testes de RT-PCR seguem aguardando análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 24.885 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 80 seguem hospitalizadas.

Óbito masculino:

R. C. C. B., de 88 anos. Morador de Rio Branco, deu entrada no dia 11 de setembro no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), e faleceu nesta sexta-feira, 25.

Óbito feminino:

S. M. S., de 59 anos. Moradora de Rio Branco, deu entrada no dia 4 de setembro no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a falecer nesta sexta-feira, 25.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas