fbpx
Conecte-se agora

Data da ExpoAcre 2020 gera polêmica em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

A definição da data da Expoacre 2020, de 1 a 9 de agosto, gera descontentamento da Igreja Católica e da Associação do Vale do Juruá. O período coincide com o início do Novenário de Nossa Senhora da Glória, que vai de 5 a 15 de agosto.

A Diocese de Cruzeiro do Sul vai se posicionar contrária à data por meio de carta do Bispo Dom Flávio. De 5 a 15 de agosto a igreja realiza novenas diárias e um Feira em frente à Catedral Nossa Senhora da Glória, que movimenta o comércio. Bingos são realizados diariamente também. O ponto alto é a Procissão de Nossa Senhora da Glória.

Igreja e Associação temem que pequenos comerciantes, artesãos, polo moveleiro, produtores rurais e outros que expõem tanto no novenário quanto na expoacre, sejam prejudicados.

A Associação Comercial do Alto Juruá cita que o Novenário é o período em que a cidade recebe milhares de visitantes, que lotam hotéis e restaurantes. O presidente da Associação, Luís Cunha cita que no período o volume de negócio aumenta em geral 30% e em alguns casos como hotéis, taxis, mototáxis, restaurantes o aumento supera 50%.

” É nosso evento mais importante. Para nós é negativa essa data da Expoacre. Muita gente daqui pode optar por ir para o evento da capital e ao final da Feira muitos lá, muitos não virão pra cá “.

A data do Festival do Açaí em Feijó, que será de 14 a 16 de agosto, também preocupa a Associação Comercial. ” As pessoas que vêm pela BR-364 podem ficar em Feijó e não chegar até Cruzeiro para o Novenário “, pondera Luís.

Ao anunciar a data da Expoacre Rio Branco 2020, secretaria Estadual de Turismo cita o pagamento dos servidores estaduais, municipal e federal que acontece no final do mês, o que garante movimento financeiro da Feira.

Propaganda

Na rede

Ildefonso Cordeiro é homenageado e dá nome à unidade do Sest Senat em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O Serviço Social do Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) inauguraram a unidade de Cruzeiro do Sul na noite dessa terça-feira, 18. Na ocasião, a instituição homenageou o ex-deputado federal Idelfonso Cordeiro, pai do prefeito Ilderlei Cordeiro, que dá nome ao prédio.

Com estrutura moderna e ampla, a unidade do Sest Senat promete gerar qualificação aos transportadores autônomos e trabalhadores do setor de transporte no Vale do Juruá, é o que explica o presidente nacional Vander Costa.

“Vamos qualificar a população do Acre, sem que ela tenha necessidade de sair do estado para isso. O Brasil tem crescido muito e a demanda de mão de obra qualificada acompanha esse crescimento”, frisou o presidente.

Segundo o presidente do Conselho Regional do Sest Senat, Francisco Bezerra, a unidade é um ganho para toda a região Norte. “É um ganho para o trabalhador que vai ter a oportunidade de ser atendido gratuitamente”.

A solenidade contou com a presença do prefeito Ilderlei Cordeiro e de seus irmãos e familiares, que foram prestigiar a homenagem.

“A unidade não vai atender apenas ao Acre, mas também as cidades próximas do Amazonas. Quanto à homenagem ao meu pai, é muito justa, tendo em vista que ele foi um defensor da pauta dos transportes e desenvolvimento do Acre e Região Amazônica. Meu obrigado a toda a equipe do Sest Senat, que além de investir na cidade, fez essa justa homenagem ao Idelfonso Cordeiro, destacou o prefeito.

Continuar lendo

Na rede

Manutenção da BR-364 de Rio Branco a Cruzeiro do Sul já iniciou

Publicado

em

Os serviços de manutenção da BR-364 em 2020 já começaram . Segundo a direção do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, o DNIT, por causa das chuvas, o serviço ainda é lento, mas será intensificado a partir de março, no verão Amazônico.

Este ano, o trabalho será apenas de manutenção e não mais restauração, como era feito até 2019. De acordo com o superintendente do DNIT no Acre, Carlos Moraes, haverá tapa buracos, remendos, troca de solo, entre outros em recortes, que não abrangem a pista toda.

“Fizemos restauração de alguns trechos críticos, uma recuperação de pista toda por uma extensão razoável, uma vez que os contratos do ano passado (CREMA), que venceram em dezembro, contemplavam bastante esses serviços, que não mais serão realizados. Agora serão intervenções mais localizadas, sobretudo em razão de nosso orçamento desse ano estar menor”, explica ele.

O DNIT tem R$ 155 milhões de recursos próprios para investir na rodovia pelos próximos cinco anos e nenhum centavo destinado pela bancada federal acreana. De Rio Branco a Cruzeiro do Sul, as obras ficarão por conta de três empresas e do Exército Brasileiro, por meio do 7° BEC. A empresa MSM de Rio Branco ao Riozinho do Andirá (60 km), 7º BEC do Riozinho do Andirá à Sena (90 km), MSM de Sena a Feijó (219 km), Lima e Pinheiro de Feijó ao Rio Liberdade (191 km) e Andrade e Vicente do Rio Liberdade à Cruzeiro do Sul (80 km).

Duas empresas vencedoras da licitação, feita no fim de dezembro, são acreanas: a MSM da capital e Lima e Pinheiro de Mâncio Lima, no Vale do Juruá.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas